Garotas e livros

Primeiros prêmios do Twitter

Por 12:01 1 comentários
Olá galerinha!!!!
Final de Julho eu ganhei dois prêmios pelo Twitter, ia postar antes mas imprevistos não me permitiram. Mas aqui estão eles:


Ganhei o Kit da Coca-Cola pelo @cadernosjandaia

O caderno é muito fofo! A capa é linda e as folhas são personalizadas! É de 10 matérias e eu tô que nem menina pequena, morrendo de vontade de escrever! aiaiaiaia
Tô me segurando pra deixar pro próximo período da facul!
Ameiiiii!!!


E outro Kit que eu ganhei foi do The SIMS³ pelo @EAmobileBR

Que contém um Humorômetro, que é tipo uma régua de termômetro do humor. Coloquei no PC e ficou fofo!
Pra cada dia você coloca comoestá seu humor! Veio também um aviso de portae uma meia pra celular
muito linda!!!!



  • Compartilhe:

E eu mais uma vez sumi!

Por 10:35 2 comentários
Mas juro que não foi porque quis!

Vamos dizer que me foi imposta férias forçadas. Sofri um acidente, fui atropelada na esquina de casa. É... triste. Mas o pior passou.
Vou relatar os fatos:
Estava eu na calçada voltando pra casa e assim que eu dobro a esquina tem uma moto no meio da calçada. Fui para o meio fio, afim de desviar da moto, e, assim que subo na calçada eu caio no chão com uma forte pancada na perna. No momento nem me liguei no que houve, só achei que tinha caído. Quando tentei me levantar foi que percebi a minha perna e o quanto ela doía. Olho para traz e vejo um celta prata parado bem em cima de mim. Aí me dei conta: "Fui atropelada".
Que dor. Naquele momento senti todas as dores do mundo. Eu não desejo isso a ninguém. Fui socorrida, passei por cirurgia e fiquei internada. Tive que colocar uns ferros externos na perna, chamados fixadores. São eles que tentam colar o osso quebrado. Porque eu quebrei logo os dois ossos da perna, a tíbia e a fíbula (ou perônio).

Como iria ter que passar por outra cirurgia fiquei um tempão internada. Aí sabe né.... hospital público, falta médico, material, leito, enfermeiro... teve um dia que estava até faltando álcool.
Não foi nada fácil passar esse tempo lá. Afinal foram 42 dias. =(

Mas aprendi muita coisa por lá. E também vi o livramento que eu tive. Podia ter acontecido coisa muito pior comigo. Mas graças a Deus eu estou bem. É no hospital que você realmente vê o sofrimento dos outros. Teve gente que amputou a perna porque os ossos estavam praticamente triturados.
Aprendi também a exercitar a paciência. Algo que eu não tinha muito. Aprendi a admirar e valorizar os profissionais de enfermagem. Conheci ótimas enfermeiras e incríveis enfermeiros. De todas as enfermeiras que conheci (e olhe que foram muuuiiiitas) a minha preferida é um enfermeiro. Um rapaz SUPER dedicado ao que faz. Atencioso, cuidadoso, amigo. Foi um enorme prazer conhecê-lo.
*Neste momento faço uma reverência a minha amiga Bruna (de SP), que é uma destas profissionais que decidiu dar um pouco de seu tempo, sua vida, a cuidar dos outros. Parabéns pra vc amiga...


Outra coisa muito importante que aprendi foi a NUNCA, JAMAIS
andar de moto. No hospital em que eu me encontrava 98% dos casos em fraturas de ossos eram por acidentes com motos. Claro
que a moto não é culpada, mas sim quem dirige. Você pode até estar pilotando de modo correto, seguindo todas as leis de trânsito. Mas também é por conta de terceiros que acidentes aconteces. Não é todo mundo que anda na linha e moto não é um veículo muito respeitado por todos.
Claro que acidentes acontecem a toda hora e em qualquer tipo de automóvel. Mas o que eu percebi é que na moto o estrago é maior. A queda é beeem mais feia. Então para evitar qualquer dano, é melhor prevenir!

Mas tudo passou. Já estou em casa, em recuperação, claro. Tô sem poder colocar o pé no chão. Só daqui há uns dois meses, talvez.
Uma dica: Não dirija sem habilitação. Por mais que você se garanta, um dia você pode machucar alguém. E se machucar, arque com as responsabilidades. Dê assistência, se informe, ligue, visite a pessoa. Seja humilde e peça desculpas. Infelizmente a pessoa que me acidentou não fez nada disso. Ela que me espere. O preço mais alto quem pagou fui eu, o resto ela vai ter que bancar.

Agora que já estou de volta (e de castigo também, pois não saio de casa), vou voltar com minha vida por aqui. Espero poder crescer com este blog. E conto com a ajuda dos meus queridíssimos que me seguem.

Beijos a todos^^

  • Compartilhe:

Translate

Garotos são bem-vindos!

Google+ Badge