Garotas e livros

Príncipe Sombrio - Christine Feehan

Por 06:00 9 comentários


Príncipe Sombrio - Os Cárpatos

Autora: Christine Feehan
Editora: Universo dos Livros
Ano: 2012
Páginas: 461


Príncipe... Sombrio... Um cara gostoso gato na capa... Quer mais algum convite pra ler o livro?
Ok, a sinopse! Cárpatos, vampiros, humanos com comunicação telepática, corpos que se atraem, sangue, poder, sexo. Ok, agora pode ler? Siiiiim!!!

Mikhail Dubrinksy é o Príncipe dos Cárpatos, o líder de uma sábia e secreta raça ancestral que vive na noite. Tomado pelo desespero, com medo de nunca encontrar a companheira que iria salvá-lo da escuridão, a alma de Dubrinksy gritava na solidão. Até o dia em que uma bela voz, cheia de luz e amor, chegou a ele, atenuando sua dor e seu anseio. Raven Whitney possui poderes telepáticos e os utiliza na captura dos mais depravados serial-killers. Desde o momento que se conheceram, Raven e Mikhail foram incapazes de resistir ao desejo que faiscava entre eles. Mas forças sombrias tentarão destruir esse frágil amor. E mesmo que sobrevivam, como poderão - cárpato e humano construir um futuro juntos?

A capa do livro já me chamou a atenção - e muita - e uma história de vampiros sempre me atrai. 
Neste livro conhecemos os Cárpatos. São seres que vivem séculos, se alimentam de sangue, mas que só fazem o bem. Não, não brilham no sol e nem são vegetarianos. (nada contra meus amores, tá?) Tomam sangue humano - mas somente o necessário - e depois apagam a memória dele. Eles mantém um relacionamento saudável com as pessoas dos lugares onde vivem, mas são discretos. Todo Cárpato macho vive uma batalha interna, lutando contra o monstro interior que quer matar, destruir e causar sofrimento a quem quer que seja. A esses, chamamos de Vampiros. (aqueles das lendas, da sedução pela morte e prazer na desgraça alheia). A cada morte que um Cárpato causa, mais perto esse monstro fica de se rebelar e menos ele sente. Nenhuma emoção, nenhum sentimento, nenhuma compaixão. Nada. E quanto mais tempo passar, mais fácil fica se tornar um vampiro. Um ser mau, sem compaixão, sem piedade, capaz das maiores atrocidades por puro prazer.

Só ao encontrar sua verdadeira companheira é que o macho pode se salvar deste destino. Ou morrer é a única outra opção. Neste livro, Mikhail Dubrinksy conhece Raven Whitney, uma humana especial, diferente, que possui dons telepáticos. Uma humana que parece ter sido feita pra ele. A união de Cárpato com humano nunca teve um final feliz; a conversão nunca dava certo. Mas talvez, agora fosse diferente. E Raven iria poder tirar Mikhail do precipício negro em que se encontrava.

A história do livro tem tudo para ser boa. É bem hot, principalmente as primeiras 200 páginas do livro. E isso meio que cansa. Porque é praticamente sexo e discussão. Mikhail é acostumado a dar ordens e ser obedecido, Raven é independente e não gosta de ser mandada. E essas briguinhas acabam rendendo partes desnecessárias. Da metade pro fim o livro ganha ritmo. Saímos do jogo de poder X sedução de Mikhail e Raven e passamos a ter ação de verdade. O livro começa a ficar MUITO mais interessante a partir daí.

Bem, acho que algumas coisas a autora se inspirou em IAN sim. Mas apesar de as histórias terem o mesmo tema, não são a mesma coisa. Eu gostei do livro. Não tanto quanto gostaria, porque passei mais de três semanas para lê-lo. A metade do livro foi realmente parada. Mas tô super curiosa pela continuação da história.

Lembro-lhes: esta é MINHA opinião. Minha visão da história. Então deixo a dica pra vocês!

Nota de correção:
Uma querida leitora me deixou um comentário onde esclarece algumas coisas e corrige uma nota minha. No caso,  J. R. Ward se inspirou em C. Feehan e não o contrário como mencionei anteriormente.
Deixo em destaque a nota da leitora, que, de acordo com o que pesquisei, está correta! Obrigada Elisabeth!
"Só para ratificar as informações, a autora de IAN deve ter sido influência da pela Christina Feehan, não o contrário. O livro Dark Prince - Príncipe sombrio foi lançado em 01/08/1999. Essa série revolucionou a forma de se escrever sobre vampiro. Servindo de influência a vários outros livros. A C.F que começou com o termo "Minha". O primeiro IAN teve lançamento em 01/02/2005. Quando a série dos carpatos esta no 15 volume né...dos atuais 22. 
E uma outra informação importante é que esse livro é uma edição comemorativa, ele tem 100 paginas a mais que o original de 1999."

Talvez essas 100 páginas a mais foi o que tornou a edição cansativa... será? Fica a dúvida.


E a Universo dos Livros arrasou na capa! A mais bela de todas! ^^

Espanha
Alemanha

Espanha
Reino Unido


                   Turquia                                                                                  França

Você Deve Gostar Disto:

9 comentários

  1. oi tudo bem???
    adorei seu blog
    se puder visitar ou seguir o meu ficaria muito agradecida: voando-em-sonhos.blogspot.com
    abraços......

    ResponderExcluir
  2. Pelo jeito vou gostar desse livro. Rsrsrs. Gosto desse lance de brigas.
    A série Os carpatos tem muitos livros, mas só agora foi lançado no Brasil.
    Preciso fazer um curso de inglês urgente. Não tenho mais paciência de esperar a tradução dos livros brasileiros, e às vezes, não adianta a demora porque termina sendo uma tradução porcaria.

    ResponderExcluir
  3. Amo as capas da Universo dos Livros. Essa ficou linda.
    Da IAN a que menos gostei foi de Amante Consagrado, mas ali foi a que eu menos gostei em tudo.

    ResponderExcluir
  4. kkkkkkkkkkkkkk adorei o "Não, não brilham no sol e nem são vegetarianos."

    Nossa, essa capa da Alemanha tá MUUUUUUUITO no estilo de IAN O_O

    E eu gostei MUITO da premissa do livro. Tomara que o começo me agrade mais do que a ti kkkkkk

    :*

    ResponderExcluir
  5. Oi flooor! Então, quando olhei pra capa do livro já me veio na cabeça, putz, só pode ser algo da autora de IAN, aí vi o nome da autora e descobri que não era. Eu como sou fã apaixonada por IAN, amei o livro de primeira né, pooxa, vc bem disse que parece que a autora se baseou um pouco na série... Sexo, ação e um cara gostoso, aaah Deus, o que mais eu poderia querer? Rsrs
    Bem, quanto a ser cansativo, eu não duvido, afinal, é um livro bem grossinho né? Mas acho que vale a pena!
    Quero muuuuitissimo ler! Ótima resenha.
    Beijos
    http://serietrinita.blogspot.com

    ResponderExcluir
  6. Esse livro está quase competindo com Julieta Imortal, rs. Muita gente gosta, muita gente não gosta... Bem, vou ler (um dia) e ver o que vou achar né?!
    E sobre as partes HOT's... Sou mega a favor de um livro "alegrinho", mas super concordo com você... "alegrinho" demais, toda hora, todo tempo CANSA!

    :*
    Mi
    Inteiramente Diva

    ResponderExcluir
  7. Só para ratificar as informações, a autora de IAN deve ter sido influência da pela Christina Feehan, não o contrário. O livro Dark Prince - Príncipe sombrio foi lançado em 01/08/1999. Essa série revolucionou a forma de se escrever sobre vampiro. Servindo de influência a vários outros livros. A C.F que começou com o termo "Minha". O primeiro IAN teve lançamento em 01/02/2005. Quando a série dos carpatos esta no 15 volume né...dos atuais 22.
    E uma outra informação importante é que esse livro é uma edição comemorativa, ele tem 100 paginas a mais que o original de 1999.

    ResponderExcluir
  8. De todas as capas,a nossa é a melhor ;)

    ResponderExcluir

Translate

Garotos são bem-vindos!

Google+ Badge