Garotas e livros

Livros. Por que não lê-los?

Por 11:08 6 comentários


Faz um certo tempo que esta postagem estava rondando meus pensamentos e eu relutava em por em palavras. Bem, não consegui resistir por muito mais tempo.
Talvez minha dúvida em escrever ou não se trata de quem irá ler. Sei que quem vem aqui no blog são os leitores sedentos por mais e mais livros. Mas como alcançar um público não-leitor? Bem, ainda não sei. Mas com indiretas aqui e diretas ali, saio 'cutucando' uns e outros para ler algum livro.

Me pego sempre mandando minha prima de onze anos ler algum livro. Uma viciada em televisão precisa de alguém que a ajude esclarecer a mente, certo? Discutindo isso com ela esta semana, ela devolveu-me o livro que eu tinha emprestado, dizendo que não queria mais ler porque não gostava de ler, pedindo para que eu não ficasse com raiva dela por isso, mas preferia ver televisão. =/

Bem, nem todos gostarão de ler um livro. Poucos serão realmente viciados em livros. Até porque se fosse, viveríamos em um mundo onde nossa opinião seria levada em conta sempre. Ao ler, despertamos em nós a imaginação, falamos melhor, lemos melhor e aumentamos nosso senso crítico. E acho que isso é apenas a ponta do iceberg. As vantagens de ser um leitor não param. Sempre surgirão novos temas, novos personagens par amar, novos autores para admirar. E livro é uma coisa que não falta. De todos os tipos, de inúmeros temas, para todos os gostos.


E foi daí que surgiu o tema. Como levar a leitura para quem não gosta de ler? Obrigar esta fora de cogitação. Ninguém gosta de algo que seja obrigado a fazê-lo. Mas acho que aos poucos, com os livros certos, talvez, possamos despertar esse desejo pela leitura em alguém. Será? Alguns podem dizer que se desde criança se tem o hábito de ler, isso perdurará pelo resto da vida. Ok. Também acho. Mas se a criança, desde de pequena, não gostar de ler? Tiro o exemplo pelo meu irmão, apenas quatro anos mais novo do que eu. Com os mesmos pais, na mesma casa, eu lia e ele não. Até com gibis ele só via os desenhos e supunha a história. Não parava para ler o que tinha nos quadrinhos. E isso dura até hoje. =(

Como sei que quase todos que lerão este post se é que alguém irá ler  são aqueles que gostam de ler, deixo aqui outro questionamento meu. Se eu não estou gostando de um livro, por que continuar a lê-lo? Eu sempre reluto em abandonar um livro. Por pior que ele seja, as vezes me forço a terminá-lo (nem sempre com uma expressão feliz no rosto). Conto a dedo os livros que eu abandonei: Memórias de um sargento de milícias, O Caçador e A arte da invisibilidade. (Este último ainda será salvo, creio eu. Pretendo terminar de lê-lo. Em breve falarei mais sobre ele). As vezes, pela simples esperança de que ele tenha um fim decente o suficiente para salvar o tempo que 'perdi' com ele, ou até para ter uma opinião completa quando precisar xingar tal obra. Não sei bem o motivo pelo qual o faço. Alguns, consigo terminar. Mesmo que depois olhe para um amigo e diga: "Nunca leia isso". Outros simplesmente não consigo ler. Até a bula do remédio da minha avó se torna mais interessante. 

O fato é que ler um livro é bom! Principalmente quando esse livro atende - e até supera - suas expectativas. 

Então leiam, leiam, leiam! (: E na dúvida, podem pedir sugestões! 
E se for meu vizinho, eu até empresto. =P


Você Deve Gostar Disto:

6 comentários

  1. Ah Danni...
    Eu sei como é isso.... em casa só eu sou maníaca por leitura. kkkk
    Meu filho custa a ler... e não é por falta de incentivo... já tentei livro infantil, quadrinhos... não quer muita conversa. Por sorte a menina parece que vai puxar a minha mania.
    Não compreendo como alguém evita ler, podendo conhecer o mundo através da leitura...=(

    ResponderExcluir
  2. Adorei sua postagem. Mas eu sou do time que AMA ler RSRSR Já virou meu vício, sempre tenho que ter um livro RSRS
    Seguindo o blog!
    Convido-a para seguir:
    eternamente-princesa.blogspot.com

    Bjs

    ResponderExcluir
  3. Oi Danni!

    Adorei o post! Principalmente a parte da sua priminha... hehehe
    Cada um tem um gosto e não adianta discutir.
    Eu, por exemplo, estou sempre lendo. Já, o meu marido, mesmo tendo milhares de livros em casa, lê no máximo uns dois por ano. o.O
    Ele alega que não tem muita paciência, que sente sono e blá, blá, blá.
    Eu prefiro mil vezes ler um livro a assistir um programa de televisão. Pouco assisto TV...
    À noite, quando estou em casa, sempre aproveito para ler. Então, como o meu tempo é curto, tenho que escolher entre um e outro. E a TV perde sempre!! hehe

    Mas concordo que o gosto por leitura vem da infância. A minha mãe sempre me estimulou. Lia para mim antes de eu ir dormir, vivia me dando livros de presente...
    Graças a isso, acabei me tornando uma leitora voraz.

    Enfim...
    Mas cada é cada um né?

    Beijooo!

    ResponderExcluir
  4. oii amiga!!!

    adorei seu post!
    meu namorado pelo menos eu fiz ficar mais viciado em leitura...hehe
    a leitura abre nossa imaginação, nosso raciocínio, nos ensina a ler e escrever de maneira mais adequada... enfim, só há benefícios pra praticar a leitura.

    eu aprendi a ler bem cedo, na pré-escola (o que era cedo na minha época), não porque a professora ensinou... porque na escolinha a gente só ia pra brincar, mas porque meu pai em alfabetizou em casa, eu e minha prima que era 2 anos mais velha que eu... aliás meu pai não frequentou muito a escola, conseguiu concluir a 8ª série depois de adulto, mas sempre me ensinou tudo que sabia e me incentivou a nunca parar de estudar... acho que todo esse lado nerd que tenho hoje eu devo a ele. me lembro quando era pequena e começaram a ensinar as contas de dividir na escola eu não conseguia aprender e chorava por isso, mas ele me disse pra não desistir e ficou me ensinando até eu aprender, e hoje matemática é a minha matéria favorita... legal isso né?

    enfim, que o mundo possua cada vez mais pessoas não só apaixonadas por leituras, mas sedentas de vontade de aprender.

    megaa bjoo
    ;**

    ResponderExcluir
  5. Oi Danni!

    Adorei o seu post. Realmente, levar alguém que não lê para adquirir esse hábito é algo muito difícil. Na minha família eu fico o tempo todo tentando forçar meus parentes a ler, sem sucesso. Acredito que, com o exemplo, possa ser que isso mude. Se pais lerem na frente de crianças, é possível que isso desperte o interesse nelas.

    Enfim, é uma tarefa difícil, passo de formiga mesmo...

    Bjossss

    ResponderExcluir
  6. Eu gostei do post. Sou do time que nao lir quando criança, não porque nao gostasse, eu nao tive oportunidade. Mas no início da minha adolescência, (12) anos. Começei a ler por obrigaçao no colégio, e AMEI. Hoje to com 15 anos e AMO ler. rsrs. Então quem começa a ler desde pequeno, continua gostando, pode até ser, mas quem começar um pouco tarde pode também. O importante é ler não importa quando. Eu amo LER.

    ResponderExcluir

Translate

Garotos são bem-vindos!

Google+ Badge