Garotas e livros

Amante Liberto - J.R. Ward

Por 15:28 9 comentários


Amante Liberto
Irmandade da Adaga Negra

Autora: J.R. Ward
Editora: Universo dos Livros
Ano: 2011
Páginas: 525


- Com quem vou me casar?
Jane perguntou ao tabuleiro ouija.
VISHOUS.

Olá seus lindos e lindas!
Hoje venho com mais uma resenha delícia por aqui. Sim, resenha delícia geralmente significa IAN. E dessa vez, conheceremos um pouco mais de Vishous, o irmão um tanto misterioso, sadomasoquista e que mantém uma provável paixão por seu melhor amigo Butch. 

Ok. Isso vai gerar polêmica, mas vamos lá!

Não vou aqui falar muito do que ocorre no livro. A série mantém a mesma linha: mostrar e provocar o prazer da mulher. Por isso que digo que é um livro de mulherzinha. Sim, existem homens que o leem. E sim, a maioria não curtem. Então vou me focar nos personagens centrais deste livro.
Muitas leitoras são apaixonadas por Vishous. Ele é fácil de amar, mas não combina muito comigo essa tendência sdm dele. Porém a autora consegue moldar isso a um ponto de fazer que além de dor, a gente consiga perceber o prazer. Não sou nem de longe adepta a tal tendência, mas não vou negar que assim como sua parceria arriscou fazer, eu arriscaria! hahaha Culpa de J.R. Ward. Sua dúmal.  Também não acho que V. goste de Butch (sexualmente falando). Primeiramente deixo claro que o gosto sexual é escolha de cada um. Livre arbítrio, lembra? Maaas, não curtiria nenhum pouco se tivesse uma relação assim no livro. Um: EU não curto esse tipo de leitura. Dois: Acho que perderia a masculinidade dos irmãos. Três: V. é CARENTE. Acho que o fato dele gostar tanto de Butch é que ele o compreende. V. aceita de fato essa amizade. Ele realmente enxerga nele um amigo e se entrega. Psicologicamente falando. Mas acho que ele acaba confundindo isso fisicamente. Enfim, minha opinião.

Vishous, filho de Bloodletter, um temido guerreiro, teve uma infância difícil, uma adolescência mais difícil ainda e uma vida adulta complicada, devido a tanto tormento pelo que passou em sua época de transição. Sofreu. Sofreu muuuiiito. E quem ele é agora, é apenas o reflexo de tudo o que ele passou em sua vida. Maltratado pelo pai e não tendo uma mãe para lhe socorrer, ele sobreviveu a coisas inimagináveis. E aí eu me perguntava quem, até o presente livro, sofreu mais: Zsadist ou Vishous. Difícil pergunta. Mais eu fico com Zsadist.
"Ela usou o chicote apenas de leve, sem dúvida menos do que ele desejava, mas com força o suficiente para deixar marcas  em suas coxas, barriga  e peito. Não acreditava que le gostava daquilo, considerando as coisas pela qual havia passado, mas ele estava adorando."

Vishous nunca amou verdadeiramente. Teve relações sexuais de todos os tipos possíveis, mas nunca houve um momento de real amor, de real entrega. Até que uma cirurgiã entra em sua vida. Após salvá-lo, ele a sequestra para a mansão da Irmandade e a mantém lá, só Deus sabe o porque. Talvez seja esse sentimento novo que ele, a princípio, não consegue assimilar. Com o tempo e depois de muitas brigas, eles se entendem. Mas de uma maneira que só a J.R. Ward sabe fazer.

"Mas não era o guerreiro que estava se mostrando. Eram todos aqueles impulsos possessivos de nacho que sempre permaneceram adormecidos, aqueles sobre o qual ele havia lido, ouvido falar ou testemunhado nos outros, sem o qual acreditava ter nascido. O que acionou seus instintos foi um odor na sala, o cheiro de de um macho que queria sexo... com a fêmea, com sua cirurgiã.
Minha.
A palavra surgiu do nada junto com a intensidade do desejo de matar."

Em paralelo à história de Vishous, vemos também a transição de John e a nova realidade de Phury (irmão gêmeo de Z.) que se torna o Primaz - aquele que fará filhos com TODAS as escolhidas (umas 40), afim de dar continuidade à raça de guerreiros. Phury, o celibatário. Veja a comédia nisso...

O livro é MUITO bom! Mas ainda fico com Zsadist. s2 s2 s2






Ah! E desta vez vou fazer uma dedicatória a esta resenha. Dedico à Daiane, do No Universo da Literatura,  que criou um monstro, por me fazer me encantar por Vishous antes mesmo de ler Amante Liberto.
 E segue um vídeo que a Miii (Inteiramente Diva) me enviou! Delícia pura!! hahaha




Você Deve Gostar Disto:

9 comentários

  1. Pô, você não disse que estava lendo V.
    Eu não vou comentar mais nada. Só digo uma coisa. Acho que você só lerá os livros até Lover Reborn...

    ResponderExcluir
  2. venho lendo resenhas mesmo sem ter come;ado a ler a serie mas nao me arrependo porque so fico cada vez mais ansiosa! =DD

    ResponderExcluir
  3. Não acompanho a série de livros, então fiquei meio perdida na resenha, mas achei a história interessante e pretendo ler a série.

    Parece sexy e com uma trama deliciosa.

    Thais Vianna
    @dathais
    dathais@hotmail.com

    ResponderExcluir
  4. Nunca ouvi falar dessa série mas a história me parecu interessante, curto drama e aventura.

    ResponderExcluir
  5. Eu ainda não li nenhum dos livros dessa série.Eu ainda espero ler. Nem tenho muito o que comentar, já que não conheço os personagens..mas cada pessoa gosta de um personagem...

    Beijos :D

    ResponderExcluir
  6. Sou completamente apaixonada pelo Z. e pelo V. [hahaha, PEGAEL!], mas meu amor maior é pelo REEEEEEEEEEEEI [PEGAMUITOEL!]
    Mas voltando...
    A escrita da Ward é lascante de evolvente né, Danni?! O leitor parece que está vivendo tudo aquilo enquanto está lendo... É maravilhoso! :)
    Eu adoro um problemático [novidaaaaaaaaade! rs.], então ler e conhecer a história de V. foi um prato cheio! *-*

    Resenha linda, Danninha! :)

    P.S¹: O livro do Phury é UÓ! Ele é o único problemático que eu não quero! :X [será?]
    P.S²: Esse vídeo é MUITA delícia, com o Gandy esbanjando gostosura ao nível do infinito!

    Ok, parei! hahahaha

    :*
    Mi
    Inteiramente Diva

    ResponderExcluir
  7. A cada livro que leio a resenha vou ficando cada vez mais ansiosa para ler todos. Eu não tinha lido nada dese livro até agora e isso só aguçou minha curiosidade. Quero ler.

    ResponderExcluir
  8. Sério, não leio esses livros mesmo.
    Não vejo nada que me acrescente de bom na vida.

    ResponderExcluir
  9. Eu tenho que tomar vergonha na cara e ler a série. Nem posso comentar muito porque sou totalmente por fora do que acontece! rsrsrs
    Beijos

    ResponderExcluir

Translate

Garotos são bem-vindos!

Google+ Badge