Garotas e livros

Sussurros ao Luar - C.C. Hunter

Por 11:40 11 comentários
E quando você pensa que já decidiu quem amar a autora vem e te desestabiliza. E quando você acha que tem um mistério resolvido, outros aparecem. Este é um livro de respostas. Explica muita coisa e te deixa ainda mais encantada com a série. Amei do começo ao fim.

Compre Aqui
Título original: Whispers at Moonrise
Acampamento Shadow Falls
Livro 4

Autora: C.C. Hunter
Editora: Jangada
Ano: 2013
Páginas: 382

"Não se esqueça, querida, às vezes não podemos mudar o que acontece, mas podemos mudar o modo como essas coisas nos afetam."

Sussurros ao Luar  é o quarto livro da série Acampamento Shadow Falls. Então, caso você não tenha lido Nascida à Meia-NoiteDesperta ao Amanhecer e Levada ao Entardecer possa ser que esta resenha contenha alguns - embora leves- spoliers.


Kylie agora sabe que tipo de sobrenatural ela é. Mas o que poderia resolver todas suas dúvidas, só traz outras mais porque ninguém sabe explicar o que de fato significa. Nem a líder do acampamento, nem Burnett que trabalha para a UPF (tipo uma organização do governo que cuida dos sobrenaturais) tem acesso a este tipo de informação. Mas talvez uma pessoa possa ajudá-la. O problema é encontrá-la. 


Aliado a seu problema de identidade, Kylie ainda se depara com um fantasma que tem as feições de alguém que ela ama muito e as decisões que partem dela para ajudar o fantasma não serão fáceis. O triângulo amoroso prossegue, embora Kylie realmente descubra quem quer. A autora simplesmente ferrou com meu coração neste livro. Nos dois primeiros, ela me faz amar um, e nos outros dois, me faz amar o outro. E no fim desse ela apronta com a minha cara e me deixa com um: "O QUÊ???????????" do tamanho da lua. Mesmo assim, o envolvimento dos personagens é intenso e as emoções ficam cada vez mais fortes, o que faz com que a gente sinta tudo junto a ela.

"Cada novo dia trazia novas oportunidades. Nem sempre podemos controlar a vida, apenas o modo como nos deixamos afetar por ela."

Como o livro é narrado em terceira pessoa, a autora ainda mantém o seu jeito excelente de explorar os outros personagens para que eles também ganhem papel de destaque na trama. Acho o máximo ela não focar única e exclusivamente em Kylie, e, embora ela esteja em todas as cenas, muitas vezes os outros personagens se sobressaem. O humor presente na obra de Hunter ainda prevalece, embora com menos intensidade do que nos dois primeiros volumes. As cenas de ação são boas, mas ela cria muita expectativa e o que acontece geralmente é rápido demais. Dá um tensão na gente para depois, puft! Acabou. rs

"Pense, se você soubesse que ia morrer em seis meses, daria início a um projeto que sabe que não poderia terminar? Será que iria para a faculdade de medicina? Será que teria um filho, sabendo que iria deixá-lo sozinho no mundo por muito tempo? As pessoas deixariam de viver muita coisa se parassem de viver pensando no amanhã."

As visões que os fantasmas de Kylie proporcionam ficam cada vez mais sinistras e assustadoras. Você se vê realmente assustada com algumas partes. Conseguimos ver o amadurecimento da personagem que, apesar de sobrenatural, tem todos os problemas humanos - afinal é meia humana. Muitas dúvidas são sanada neste quarto livro, mas muitas outras dúvidas e um imenso saudosismo insiste em ficar conosco no fim do livro. A C.C.Hunter consegue transmitir os sentimentos com tanta maestria que chorei bastante no fim do livro.
Se tem uma saga que eu vou amar para a vida toda, com certeza é o Acampamento Shadow Falls. Nunca mais me senti tão envolvida com seres sobrenaturais como estou com esta série. A cada livro o suspense, romance e as surpresas são dobradas, assim como minha admiração pelas obras. Não vejo a hora do último livro chegar e ao mesmo tempo espero que a série nunca acabe. Sinto saudades antecipadamente de tudo e de todos, porque você consegue se envolver com todos eles. Se você ainda não começou a ler esta série, não perca mais tempo! Você não vai se arrepender!

Obrigada à Editora Jangada por me enviar o livro! Gi, valeu meeesmo, tá? Presentão!

No mais, LEIAM!!!
  • Compartilhe:

Esperando por você - Susane Colasanti

Por 03:45 9 comentários

Sinopse: "É hora de iniciar o segundo ano do Ensino Médio, e Marisa está pronta para um novo começo e para seu primeiro namorado de verdade. No entanto, depois do popular Derek convidá-la para sair, as coisas ficam complicadas. Além de seus pais se separarem e de Marisa ter uma briga com seu melhor amigo, Derek, o amor da sua vida, a deixa desapontada. As únicas coisas que mantêm Marisa são os podcasts de um DJ anônimo, o qual parece entendê-la totalmente. Mas ela não sabe quem ele é... Ou sabe?"

Esse livro capta o ponto de vista adolescente sobre a vida.
Marina vivia numa vida que, para ela, estava longe de ser perfeita. Tudo em sua volta a irritava (típico de adolescentes). Não se preocupem, ela não é uma dessas adolescentes frescurentas (graças à Deus). E para piorar tudo ela está apaixonada por um garoto que ela considera 'perfeito'. Mas nem tudo é o que parece, como vocês já devem saber. Derek não é a perfeição que ela imagina e ele a decepciona muito.

"Talvez seja mesmo isso. Talvez seja simplesmente difícil enxergar o que está bem debaixo de seu nariz, ao mesmo tempo que você busca isso de modo frenético."
Pág. 318

Desde então ela tem ouvido o programa de um DJ Anônimo que começa a meia-noite. E as mensagens que ele passa são muito interessantes. Acho que ele foi um dos poucos adolescentes que abriu os olhos logo cedo e disse aos outros o que está vendo com os olhos abertos. Suas mensagens se identificam com todos do colégio.
Ah, e também tem o amigo de Marisa, Nash. Ele é um nerd tímido, mas meigo. Tem uma coleção de sinos e não abre a janela do quarto (sinistro demais, não?). Eles são amigos desde a infância, mas deixaram de se falar aos poucos e voltaram agora, no segundo ano.
Enfim, acho que é isso aí... Se quiserem saber que é o DJ, leiam u.u





  • Compartilhe:

[Promoção] Métrica

Por 00:34 49 comentários

Ei pipous!

Demorou um pouco mais saiu!

Eis que vocês já podem começar a tentar a sorte para conhecer um pouco mais do Slam e de Will *coisa fofa*, claro. Muitos amaram, outros nem tanto. Métrica tem despertado a curiosidade de muitos por aí. Então vamos participar?





Regrinhas básicas:

- Seguir o blog;
- Comentar na postagem;
- Ter um endereço de entrega no Brasil;
- E preencher o formulário (ele é auto-explicativo, mas qualquer dúvida, mandem e-mail pelo contato lá em cima!)

a Rafflecopter giveaway


E que a sorte esteja sempre ao seu favor!
  • Compartilhe:

Métrica - Colleen Hoover

Por 14:34 25 comentários
O amor às vezes não é fácil. Ele pode vir de forma rápida, intensa e avassaladora. Mas isso não quer dizer que vivenciá-lo seja simples. Diferente de muitos livros que vemos por aí, Métria mostra que o amor, o perdão e a família são elos que nos unem e nos melhores.
Primeiro vamos ao título: Métrica (Arte de medir versos; metrificação. Posto em verso)
O subtítulo é o título original, que remete à uma competição de poesia. Como não existe tradução para slammed, então ficou Métrica. Nada a reclamar.

Título original: Slammed


Autora: Colleen Hoover
Editora: Galera
Ano: 2013
Páginas: 299

"Nada é permanente. A única coisa de que temos em comum é o inevitável: todos morreremos um dia."

Depois que Lake vê sua vida devastada com a morte do pai, ainda tem que enfrentar uma mudança de cidade, de escola, de amigos, enfim... sua vida está uma droga. Até que, quando chega em sua nova casa, seu mais novo vizinho - Wiil - surge e com ele a esperança de ter pelo menos uma vista agradável da casa da frente. Okay. Uma coisinha que me incomodou no começo: o relacionamento deles, se é que podemos chamar assim, acontece rápido demais. Um lance bem juvenil, lógico, mas mesmo assim, achei tudo muito rápido.

Mas não o suficiente para durar. Afinal, por motivos sérios e importantes, eles não podem ficar juntos. Mas não pensem em draminhas adolescentes. Apesar de Lake ser, por vezes, egoísta o suficiente para só olhar para o próprio umbigo e não enxergar a coisa toda como um todo, a gente vê a personagem crescer absurdamente quando ela se dá conta de que tem um problema muito maior do que sua paixão. 

"Neste momento, não sou mesmo capaz de compreender como deve ser ter o coração partido de verdade. Se eu sentir uma dor apenas um por cento mais forte do que já estou sentindo, abdico do amor. Não vale a pena."

A vida de Will não é fácil e logo nas primeiras páginas descobrimos sobre ela em uma competição de Slam, onde sua poesia é o retrato sombrio de sua vida, chamada 'Morte'. Você se sente tocada por ele e por toda a responsabilidade que ele assume. Will é centrado e racional e o bem estar do seu irmão mais novo está acima de tudo. Aliás, o irmão mais novo dele - Caulder - é um doce, assim como o irmão mais novo de Lake - Kel -, que roubam as cenas diversas vezes. Afinal, garotos de 7 anos não medem as palavras e falam o que acham o tempo todo. Ah! E quem rouba muitas cenas também é Eddie, uma amiga que todos deveriam ter. É o apoio que Lake tem quando mais precisa.

"Morte. A única coisa inevitável na vida.
As pessoas não gostam de falar sobre a morte porque
isso as deixa tristes.
Elas não querem pensar que a vida vai continuar sem elas,
Que todas as pessoas que elas amam vão ficar de luto brevemente,
mas vão continuar respirando."

No começo, você pode identificar o livro como um YA, mas além do romance, a dor, tragédia e a angústia tomam conta do enredo e você se vê em um NA juntamente com o crescimento dos personagens. A paixão entre Lake e Will e a tensão em que eles vivem é quase palpável, com declarações de amor através do olhar, de um abraço e claro, com o Slam. Realmente amei esta inserção deste recurso na trama, pois acrescenta muito na expressão sentimental que a autora quer passar.
E gente, chorei pra caramba. Tudo bem que sou chorona, mas tem cenas sensíveis demais. E a autora consegue quebrar o ritmo da melancolia com um toque de humor, me fazendo chorar e rir ao mesmo tempo. Simplesmente não consegui parar de ler o livro e fui terminar quase 3 horas da manhã sem conseguir dormir, porque a historia e toda sua intensidade resolveu ficar permeando meus pensamentos. Eu super recomendo a leitura. O livro realmente me tocou e acabou por mostrar que  a vida não é simples. Mesmo assim, sobreviver e Viver, apesar de tudo, é preciso.



  • Compartilhe:

Essa semana... #31

Por 13:56 6 comentários
Ei pipous!
Era para eu ter feito o Essa semana ontem, quando eu iria ter a tarde livre.
Só que, quando eu chego da igreja, na hora do almoço, eis que visualizo a passagem de um tornado no meu quarto. Meu pai foi instalar um nova prateleira já que as minhas estavam lotadas. Obrigada pai, amei. Mas o micro-infarto que ele quase me causou... meus filhotes jogados na cama, poeira para todo o lado, meus livros nas prateleiras imundos, minha cama revirada, meu note arranhado...
Ai, papai... Passado o susto, hora de arrumar tudo. Então eu e a Gabbe tivemos MUITO trabalho. Passamos a tarde toda trabalhando, arrumamos tudo, limpamos tudo e no final, sempre vale a pena.
Depois divulgo as fotos da organização na página do Facebook. Então vamos à semana! ;)



Meme semanal hospedado pelo Lost in Chick Lit, onde compartilhamos pequenas informações sobre a nossa semana literária. Tendo como principal objetivo encorajar a interação entre os blogs literários brasileiros, fazer amizades e conhecer um pouquinho mais sobre outras pessoas apaixonada por literatura. Tem interesse em participar? Saiba como aqui!



 Leitura do momento:
Todo dia - David Levithan

 Resenhei essa semana:
Levada ao entardecer

♥ Super Posts: 
Post Premiado

 Ultima livro lido:
Sussurros ao Luar - 4° livro da saga Acampamento Shadow Falls

 Ultima Compra:
O que é comprar???  hahaha
Tô me guardando para comprar o livro da Paula Pimenta, calma... =P

 Desejo Comprar Urgentemente:
Belo Desastre!

 Conversa imaginária com personagem fictício:
Lucas, seu IDIOTA!!! Como você pode fazer isso? Pelo amor.. eu esperava de tudo, menos isso.  (Acampamento Shadow Falls)

 Eu falaria para o autor:  
C.C. Hunter, eu amo você!!  S2

 Livro que já está na estante e estou doida pra ler:
Tem tantos que já nem sei mais... hahaha

♥ Estado de Espírito Literário:
Lendo animadamente ainda!

 Literary Crush (paixão literária do momento): 
Lucas e Derek 

 Im in mood for... (gênero literário do momento):
Romance

 Hey Mr, Postman (ultima coisinha que chegou do correio):
O Grande Gatsby

♥ Super Quote:
"A mudança não é a pior coisa Kylie. É quando as coisas não estão mudando que você tem que se preocupar." - Levada ao entardecer

 Assisti:
Assisti Percy Jackson e o Mar de Monstros - Eu particularmente gostei bastante. 

 Vi e viciei (booktrailers, trailers, videos whatever):
Não sei se vocês chegaram a ver o booktrailer da Galera Record, do livro O Futuro de nós dois. Ele foi composto por vários vídeos de leitores. Ficou bem interessante. E meu vídeo também tá nele. Aparece meu nome logo no começo, Danni Barbosa.


  • Compartilhe:

Levada ao Entardecer - C. C. Hunter

Por 01:15 9 comentários
Dizer que gosto de livros de tema sobrenatural não é novidade. Mas uma coisa se tem uma coisa que me cativa é quando uma autora consegue melhorar a cada livro que se passa. Se eu já amei a série Acampamento Shadow Falls desde o primeiro livro, o que dizer deste, então?

Compre Aqui

Título original: Taken a Dusk
Acampamento Shadow Falls
Livro 3

Autora: C.C. Hunter
Editora: Jangada
Ano: 2012
Páginas: 384



"A mudança não é a pior coisa Kylie. É quando as coisas não estão mudando que você tem que se preocupar."

Levada ao Entardecer é o terceiro livro da série Acampamento Shadow Falls. Então, caso você não tenha lido Nascida à Meia-Noite e Desperta ao Amanhecer, possa ser que esta resenha contenha alguns - embora leves- spoliers.

Kylie Galen é uma sobrenatural. Embora não faça a mínima ideia de que TIPO de sobrenatural ela seja. Mesmo que no primeiro e segundo livro ela viva tentando descobrir o que de fato ela é, ainda é um mistério. Como em cada livro, um fantasma aparece para ela buscando ajuda, só que desta vez é uma mulher com amnésia que não faz ideia do que é e de quem é e só aos poucos, e com a investigação de Kylie,  que vamos entender o motivo pelo qual ela precisa de ajuda. E porque Kylie precisa de ajuda também.

"Alguém vive e alguém morre. A mensagem não era apenas piração de um fantasma abilolado e sem memória. Mas como Kylie podia fazer as coisas direito, se ela não sabia o que fazer?"


O triângulo amoroso entre ela, Derek e Lucas, presente desde o primeiro livro ainda persiste e até eu fico na dúvida sobre qual ela deveria escolher. Até que ela toma uma decisão e eu a apoio completamente nisso. O legal dessa relação é que a autora passa sentimentos tão humanos que a gente acaba se identificando e sofrendo com as mesmas dúvidas e medos. Miranda (bruxa) e Della (a vampira), companheiras de alojamento e melhores amigas de Kylie, se desenvolvem bastante na trama. Apesar de o foco estar em Kylie, a autora explora os personagens secundários de uma forma marcante, fazendo com que eles se sobressaiam nas cenas.

Além de Holiday - líder do acampamento - Miranda, Della, Lucas e Derek, nos conhecemos cada vez mais o Burnett e Perry e gostamos cada vez mais na interação entre todos. A autora consegue conduzir o enredo de uma maneira leve e rápida e faz com que a gente não desgrude dos livros de jeito nenhum. Uma característica de C.C. Hunter: terminar um capítulo de forma drástica, o que te leva a ler o próximo no ato. Então, se você pretende dormir enquanto estiver lendo esta série, recomendo pausar em um momento que dê para você segurar sua curiosidade. Porque esperar fim de capítulo para dar uma pausa é quase impossível.
Ajudar o fantasma, entender quem ela é, se permitir amar de verdade, ser perseguida por algo/alguém que ela não faz ideia (tanto que ela precisa de uma sombra: alguém para estar com ela onde ela for o tempo todo) são só alguns dos problemas que Kylie tem que enfrentar neste livro. Eu super gostei dele, mas não curti taaanto assim o final. Porque ela não me deixou curiosa como ela costuma fazer, só me deixou em dúvida. Este é um YA mais que especial e a Hunter simplesmente não te permite parar de ler. Além de conseguir unir diversos sobrenaturais em uma única história, a autora conduz com maestria a emoção, o suspense, o romance e o humor e um leque de novas e constantes descobertas.

  • Compartilhe:

Essa semana... #30

Por 15:08 10 comentários
Olá meu povo e minha pova! Como estão?
Semana proveitosa? A minha até que foi. Fiquem aí com ela.. rs



Meme semanal hospedado pelo Lost in Chick Lit, onde compartilhamos pequenas informações sobre a nossa semana literária. Tendo como principal objetivo encorajar a interação entre os blogs literários brasileiros, fazer amizades e conhecer um pouquinho mais sobre outras pessoas apaixonada por literatura. Tem interesse em participar? Saiba como aqui!



 Leitura do momento:
Levada ao Entardecer - Série Acampamento Shadow Falls - C.C. Hunter

 Resenhei essa semana:
Fama e A Cidade Sombria

♥ Super Posts: 
Sorteio do livro Easy

 Ultima livro lido:
Métrica

 Ultima Compra:
Não comprei mais nada. Tô tentando me controlar. ;)

 Desejo Comprar Urgentemente:
Desejo muita coisa, mas...

 Conversa imaginária com personagem fictício:
Derek, eu senti taaaanto a sua falta! É sempre bom ter um sobrenatural nos meus dias.

 Eu falaria para o autor:  
C.C. Hunter, se tem uma autora de livros sobrenaturais que eu ame mais que a Mead é você! ;)

 Livro que já está na estante e estou doida pra ler:
Um Romântico Incorrigível

♥ Estado de Espírito Literário:
Lendo animadamente!

 Literary Crush (paixão literária do momento): 
Ai... Derek. E Lucas. (Acampamento Shadow Falls)

 Im in mood for... (gênero literário do momento):
Sobrenatural

 Hey Mr, Postman (ultima coisinha que chegou do correio):
Todo Dia - David levithan

♥ Super Quote:
"Todos queremos saber de onde vem o mal e por que o mundo está cheio dele. Por que ninguém se pergunta de onde vem o bem?."

 Assisti:
Assisti Os Escolhidos. Terror. Para mais nunca na minha vida...

 Vi e viciei (booktrailers, trailers, videos whatever):

Eu tinha falado esta semana sobre a prévia que saiu e hoje venho com mais dele. E tô sim super ansiosa!!! Queria ficar menos e não criar tanta expectativa, mas tudo bem! :)


  • Compartilhe:

A Cidade Sombria - Catherine Fisher

Por 07:00 12 comentários
Recebi a prova do livro A Cidade Sombria - Editora Bertrand -  na semana passada e acabei embarcando em uma aventura fantástica. Catherine Fisher te apresenta um mundo diferente, misterioso e ao mesmo tempo tão parecido com o nosso. Mas seus habitantes são o que te surpreende. Nem imaginava que esse livro iria chegar por aqui. E foi uma surpresa muito bem vinda.

Título original: The Dark City
 O Mestre das Relíquias

Autora: Catherine Fisher
Editora: Bertrand Brasil
Ano: 2013
Páginas: 336

"Então até mesmo a escuridão tem sua utilidade. Essa é uma ideia que deveria constar na sua Litania."
A única esperança para Anara, um mundo às portas da total devastação, reside em um mestre, seu aprendiz e nas antigas e ilegais relíquias com poderes misteriosos que eles colecionam. Ao saírem à procura de uma relíquia secreta com grande poder escondida há séculos, Raffi e Galen serão caçados, espionados e testados além dos seus limites, pois existem monstros — alguns deles humanos, outros não — que também desejam o poder desta relíquia até consegui-la.

Há quem goste de histórias com magia, há quem não curta. Eu amo. Imaginar a mágica através de linhas escritas é delicioso. E não foi diferente nesta obra. Conhecemos um mundo chamado Anara. Um mundo habitado por diferentes povos. Galen Harn é um dos poucos Guardiões que sobraram. Ele e seu discípulo, Raffael Morel, são Mestres das Relíquias, da antiga Ordem de Guardiões, que há muito foram dizimados. Galen e Raffi vivem pelo mundo atrás das relíquias, objetos que detém poder e que foram feitos pelos Criadores. Eles guardam esses objetos para preservar aquilo que os Criadores deixaram e para que não caiam nas mãos dos Vigias, os povos que caçam os que restaram dos guardiões. Os guardiões são nômades, vivem vigiando e se escondendo para não serem pegos. Possuem um terceiro olho e é através deles que podem fazer grande parte de sua magia.

"Alguns membros da Ordem tinham grandes habilidades, menino. Eles conheciam as relíquias mais poderosas... lidavam com elas diariamente. Parte do poder dos Criadores fora passado para eles. Sabiam coisas estranhas... coisas que jamais haviam sido escritas, talvez até os segredos dos próprios Criadores."

Todo guardião tem poder. É capaz de fazer contato com a natureza, controlar o tempo e fazer muitas outras coisas. Mas Galen acabou perdendo os seus, o que tem acabado com ele aos poucos. Na sua jornada, Raffi, seu pupilo, é quem o guia e orienta sobre os perigos do percurso. Um jovem aprendiz que tem que aguentar todo o mau humor de Galen, observar os sons da floresta e ainda criar linhas de proteção em torno deles (é tipo um escudo mental de várias camadas, daí quando uma pessoa passa por uma delas, ela se rompe e ele sabe o quão perto estão deles). Com tudo isso, ele acaba não percebendo que está sendo seguido. Carys, uma jovem Vigia espiã que tem a missão de captura-los. Em sua jornada, ladrões, Vigias e Sekois estão no seu caminho. Os Sekois são seres grandes, peludos, astutos, que encantam contando suas histórias e roubam ouro. São gananciosos por ouro! Eles estavam em Anara antes mesmo dos criadores chegarem.


O destino de Galen é Tasceron, a cidade dos Criadores que hoje em dia existe na mais profunda escuridão. Um local extremamente perigoso, mas é lá que Galen acha que encontrará o maior poder para sua ajuda e para o mundo. Se a jornada deles já estava perigosa antes, agora só piora. E por mais que eu continue escrevendo não vou consegui falar de todos sem deixar alguma perda. Se você for olhar as resenhas por aí, todas elas são tão explicativas, mas mesmo assim não conseguirmos transmitir tudo com fidelidade. O livro tem um ritmo próprio e constante. A jornada deles é cheia de perigos, medos e receios. Ela nos mostrou um Galen tão humano, que é impossível não se apegar a ele. Raffi é um dos personagens que mais quero ver crescer, assim como Carys, que começa a perceber que sua vida era rodeada de mentiras e passa a questionar até que ponto as verdades e as inverdades foram colocadas nela.



Os detalhes desse mundo criado pela autora nos encanta e nos assusta. A magia, a luta, a fé e a esperança fazem parte desta história que prende o leitor até a última página, deixando uma vontade enorme pela continuação. Catherine, através de uma narrativa fluida, nos conduz nesta jornada em busca da verdade e da possível salvação que só os Criadores são capazes de fornecer. Preciso aqui destacar o quanto amei cada início de capítulo. A autora sempre coloca um poema, um verso, uma profecia ou um relato, de tal forma que nos envolve com o ar de mistério que cerca a história. Eu adorei a capa, mas principalmente a diagramação. A editora fez uma obra de arte em cada capítulo e eu tô louca para ver como vai ficar o livro físico! A edição está impecável. Me apaixonei!




  • Compartilhe:

Translate

Garotos são bem-vindos!

Google+ Badge