Garotas e livros

O Julgamento de Gabriel - Sylvain Reynard

Por 00:17 14 comentários

Demorei bastante para escrever esta resenha, mas enfim saiu. O livro é... bem, tem quem gostou bastante. Tem quem achou legal. E tem eu. hahaha =P Quem não leu o primeiro (Aqui), talvez pegue leves spoilers. Porque até parece que ninguém imaginava que eles iriam ficar juntos, não é? 

Título original: Gabriel's Rapture

Autor: Sylvain Reynard
Editora: Arqueiro
Ano: 2013
Páginas: 373


"Não pesquise coisas na Wikipédia Julianne. Você sabe que este site não é confiável."

(Foi mal Wikipédia, não resisti...)

Contém spoiler do livro O Inferno de Gabriel

O Julgamento de Gabriel é drama em cima de drama. Como no primeiro livro eles não podiam ficar juntos por manterem uma relação aluno/professor e a universidade proibir isso seriamente, eles vivem aquela tensão proibida. Mas no segundo, tudo fica mais fácil para eles. Até a universidade receber uma denúncia, colocando em risco o emprego de Gabriel e a carreira universitária de Júlia.

O livro é basicamente todo sobre isso. Claro que tem muita coisa entre eles antes dessa confusão toda, mas o foco do segundo volume é realmente o julgamento de Gabriel (sério! Eu sei que ninguém notou...), sobre ele ter aproveitado a posição de professor para se dar bem com Júlia. O que eu achei legal nesse livro são os reencontros com a família de ambos e todo o sentimento nos momentos curtos, mas especiais, onde o perdão, a amizade e o verdadeiro amor foram bem acentuados.

"Todos queremos saber de onde vem o mal e por que o mundo está cheio dele. Por que ninguém se pergunta de onde vem o bem?"

No quesito pegação não espere detalhes. O autor não dá. Como eu falei na resenha do primeiro livro, não tem conteúdo erótico.  Acho que o livro 1 teve mais toques sensuais do que o livro 2. Acho que como era proibido, era mais gostoso. Mas neste volume você só sabe que a noite deles foi maravilhosa, mas não sabe como, os porquês mais afundo e tal. (eu, sendo safadeenha hahaha). No primeiro livro, eu não curti Gabriel. Pelo menos na maior parte dele. Também não morria de amores por Júlia. Mas nesse, vi o personagem dele crescer, principalmente no caráter, e o vi moldar sua personalidade. E vi Júlia chorando aos quatro cantos o tempo todo. Pelo amor. Como uma mulher pode ser tao chata? É muito drama para um personagem só. O casal em si é dramático, principalmente na primeira metade do livro, mas enquanto Gabriel passa por um momento de reestruturação de sua vida para melhor, Júlia regride. 
De modo geral, gostei mais do segundo livro, justamente por conta de Gabriel e sua grande e perceptível mudança. Gostei bastante do final do livro também. A escrita de Sylvain sempre decola nos últimos capítulos. De toda forma, foi um bom livro e por mim tinha fechado aí. Até agora não entendi o porquê de um terceiro volume, mas vamos esperar para ver no que vai dar. ;)


Você Deve Gostar Disto:

14 comentários

  1. Eu gostei mais do primeiro, Danni. Achei esse muito cheio de mimimi. A Julia me fez perder a paciência. Que mulher chata!
    O que salvou foi o Gabriel. Achei que o personagem cresceu muito.
    Outra coisa que me decepcionou foi que não achei o "julgamento" bem desenvolvido. Num instante a questão da universidade foi resolvida e o problema passou a ser como os dois tinham que lidar com as decisões tomadas na época do julgamento.
    Quero ver o que vai acontecer no terceiro.

    Beijos,
    Carissa

    ResponderExcluir
  2. Não li o primeiro e nem sei porque, mas essa série não me chama a atenção. Nem as capas eu gosto =/
    Bjo

    ResponderExcluir
  3. Nao conhecia esse livro, mas a historia não me chamou atenção não sou fã de drama em excesso hehehe.

    Beijo

    http://livrosecafelatte.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  4. Eu ainda fico de queixo caído quando vejo "O" autor, interessante na verdade. Eu tô curiosa para ler esta trilogia, mas um tanto receosa. Mocinha cheia de mimimi e chorona me estressa.
    Mas se o Gabriel salva a trama evoluindo, é um bom sinal.
    Sobre um terceiro, ah tem um belo motivo: mais grana na conta do autor. hahahaha

    ResponderExcluir
  5. acho esse livro incrivel, super misterioso e marcante, gosto dos detalhes da capa, muiiito bom

    ResponderExcluir
  6. Não curto essa temática hot.
    Apesar de algumas diferenças, no final das contas a trama sempre gira em torno do sexo.

    ResponderExcluir
  7. Ainda não li nem o primeiro e agora tem o segundo... nossa estou perdida. Vou a falência assim.

    ResponderExcluir
  8. Apesar de ser chegada ao drama, quando em excesso cansa, o legal é ter uma média: um pouco de humor, amor, drama...Não tenho interesse em ler este livro, a história parece 'parada'. Mas se surgir a oportunidade, poderei reavaliar minhas pré-conclusões do livro.

    ResponderExcluir
  9. Eu tenho o primeiro livro mas ainda não li; eu não gosto de ler trilogias sem ter todos os livros em mãos. Acontece que nem estou muito animada com essa série, eu ganhei o livro de presente e não tenho muita certeza de que vou gostar.

    ResponderExcluir
  10. achei esse livro incrivel, eu adoro demais, parece ser super tocante

    ResponderExcluir
  11. Eu li e gostei muito!!!
    Também não sei o q vai ter no terceiro livro, mas... Vamos esperar...

    ResponderExcluir
  12. Gente, eu jurava que O Inferno de Gabriel e o Julgamento de Gabriel era um romance erótico, na mesma linha que 50 Tons de Cinza. Acho 50 Tons um nojo, esse talvez eu leia pelo fato de ser mais drama, mais histórico do que detalhista. Vc fez a resenha do primeiro livro?

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi Lucas! Pois é. Acho que muitos pensavam que era estilo 50 tons, mas pelo que percebo não o é (não li 50 tons).
      E fiz a resenha do primeiro sim. Tinha esquecido de colocar o link.
      http://www.garotaselivros.com/2013/03/o-inferno-de-gabriel-sylvain-reynard.html

      Excluir
  13. Já li os 3, achei a história muito bem amarrada, e gostei muito da escrita desse autor. Não vi a "polêmica" sobre ter ou não um terceiro livro. Como comprei praticamente junto li como se fosse uma coisa só e não pedaços da história. Eu gostei muito mesmo, de como os personagens evoluíram ao longo da narrativa. E o que eu mais gostei é que eles poderiam ser pessoas comuns que conhecemos. Uma boa história.
    bjs

    ResponderExcluir

Translate

Garotos são bem-vindos!

Google+ Badge