Garotas e livros

O oceano do fim do caminho - Neil Gaiman

Por 12:04 8 comentários

Gente, acabei de terminar este livro e estou encantada. Porque ele toca no âmago da gente.
Os mistérios de nossa infância e o que nos permitimos lembrar - e o que devemos lembrar - são tratados neste romance que é pura magia.


Título original: The ocean at the end of the lane


Autor: Neil Gaiman
Editora: Intrínseca
Ano: 2013
Páginas: 208


"Livros eram mais confiáveis que pessoas, de qualquer forma."


Sim, tem magia. Uma magia única, aliás. Capaz de te fazer questionar sobre a vida e tentar entender se quem você é hoje tem um pedaço de quem você foi um dia. Afinal, tudo muda. E quando lembramos de nossa infância, nossos momentos únicos e mágicos, o que te vem a lembrança?

É isso o que acontece neste livro. Quando um homem vai para um funeral na cidade onde passou a sua infância, e depois vaga pelas ruas e acaba voltando à casa no fim da sua rua, ele entra na casa dos Hempstock. E depois que fala com a Sra. Hempstock, vai atrás da fazenda ver o Lago de sua amiga amiga de infância Lettie. Ou melhor, o Oceano dela. E lá, ele lembra de tudo.

"Não tenho saudade da infância, mas sinto falta de como eu encontrava prazer em coisas pequenas, mesmo quando coisas maiores desmoronavam. Eu não podia controlar o mundo no qual vivia, não podia fugir de coisas nem de pessoas nem de momentos que me faziam mal, mas tinha prazer nas coisas que me deixavam feliz."

Se teve uma frase na sinopse (que li depois de ler o livro) e que me chamou muito a atenção foi: "O Oceano no fim do caminho demonstra um raro entendimento daquilo que nos torna humanos e mostra o poder que as histórias tem de revelar, e ao mesmo tempo, de nos proteger dos perigos dentro e fora de nós." E são através das lembranças de um garotinho de apenas 7 anos que trazemos a tona as nossas próprias lembranças, nossos medos e anseios e tudo aquilo que nos formos. Este livro é uma fábula que nos faz repensar na vida, mesmo que a gente não queira.

"- Vou dizer uma coisa importante para você. Os adultos também não se parecem com adultos por dentro. Por fora, são grandes e desatenciosos e sempre sabem o que estão fazendo. Por dentro, eles parecem com o que sempre foram. Com o que eram quando tinham a sua idade. A verdade é que não existem adultos. Nenhum, no mundo inteirinho" 

Extremamente bem escrito, Neil Gaiman nos encanta com este romance. Como ele é narrado em 1° pessoa, tudo é mais pessoal, é mais sentido, é mais sensível. Fiquei triste quando acabou. Queria mais sentimento, mais lembranças, mais de coisas que eu vivi e esqueci. Queria mais de mim mesma refletido em um garotinho que amava ler. Ah! Uma coisa que minha amiga Bia falou quando eu comentei que estava lendo o livro: as comidas retratadas são pura delícia! rsrs Sabe aquelas comidas da fazenda de vó? Triplique a perfeição! ;) rsrsr Primeiro livro que leio do Gaiman e amei!

Recomendadíssimo!

Você Deve Gostar Disto:

8 comentários

  1. Danni, estou louca para ler esse livro! Ainda mais porque sempre quis ler Sandman (até hoje continuo curiosa...). Fiquei fascinada com as resenhas que li de "O Oceano...", principalmente porque fiquei com a impressão de que o livro traz muito de psicológico, coisa que eu adoro. E também, claro, pelo universo que Gaiman cria e que une de alguma forma seus livros. A grande maioria das resenhas pontua esse aspecto e não posso deixar de me impressionar e de colocar o livro entre os meus desejados. Com certeza lerei!

    Um beijo, Livro Lab

    ResponderExcluir
  2. Não li nenhum livro do Gaiman, mas tenho bastante vontade. Esse livro parece ser bem interessante! A cada nova resenha fico cada vez mais curiosa. E que quotes são esses? Tô precisando ler esse livro! Adoro livros que nos fazem repensar na vida.

    ResponderExcluir
  3. Oi Danni!!!
    Só vejo maravilhas sobre este livro. Confesso que o primeiro atrativo foi a capa com esse tom de azul lindo e quase tão real. Depois gostei da sinopse, mas não tanto quanto as resenhas como a sua. Eu por sorte ainda aprecio as pequenas coisas. Gosto de olhar um beija-flor no quintal, ficar parada observando as árvores ao vento, uma das coisas que não perdi enquanto crescia. Só queria ter um pouco mais de crença.
    Amo fábulas e esta narrada num estilo flashback me interessou demais. Tudo fica mais bonito sob os olhos inocentes de uma criança.
    Amei a resenha. =)

    ResponderExcluir
  4. Acredita que ainda não li nenhum livro do Gaiman mas pretendo. Este livro parece ser bem profundo, mas me deixou com uma pulguinha atras da orelha..sobre a capa e a pessoa boiando, bem so lendo para entender né rs, beijos.

    ResponderExcluir
  5. Até ler a resenha, eu não tinha a mínima vontade de ler o livro....
    Parece uma leitura linda demais, daquelas q vc sente o mesmo q o personagem, espero conseguir o livro em breve...

    ResponderExcluir
  6. Adoro o autor e quero demais ler esse livro dele. As resenhas que já li sobre o livro e também a sua, só são elogios. E isso me deixa mais ansiosa ainda pra ler. Amei.

    ResponderExcluir
  7. Não li nenhum livro do Gaiman.
    Li muitos comentários positivos dessa obra, quando alguns blogs fizeram uma semana especial só para esse autor.

    ResponderExcluir
  8. Quero mais deste livro...
    Apesar da magia, a capa me intrigou bastante. As memórias, lembranças parecem deixar a leitura mais gostosa. Quando você terminou a resenha me deu uma angústia de quando termino de ler um livro. Gosto de livros que nos fazem refletir sem a gente perceber.
    Parabéns pela resenha, ficou muito bem elaborada.

    ResponderExcluir

Translate

Garotos são bem-vindos!

Google+ Badge