Garotas e livros

[Weepers - Livro 1] A Outra vida - Susanne Winnacker

Por 06:30 7 comentários


O mundo de Sherry — de uma hora para outra — mudou completamente. Por causa de um vírus muito contagioso, as pessoas que ela costumava conhecer, e quase todas as pessoas de sua cidade, Los Angeles, na Califórnia, se transformaram em mutantes assustadores. Esses mutantes têm uma força excessiva, são ágeis, o corpo é coberto de pelos, eles lacrimejam um líquido imundo e… comem gente! Portanto, não há muito o que fazer — talvez tentar fugir — quando se encontra algum deles. A não ser que você tenha ao seu lado a força e a determinação de um jovem como Joshua. Joshua perdeu uma irmã para os mutantes e sua raiva é tão grande que ele seria capaz de vingar todos aqueles que perderam alguém para as criaturas. No entanto, para que esta revanche aconteça, é preciso prudência. Afinal, até que ponto a disseminação deste vírus foi uma coisa realmente natural? Que poderosos interesses estão por trás desta devastação? E será que Joshua e Sherry conseguirão ter a cautela necessária para lutar contra as criaturas justo agora que seus corações estão agitados pelo começo de uma paixão?


A outra vida

Série Weepers

Autora: Susanne Winnacker
Editora: Novo Conceito
Ano: 2013 
Páginas: 270

"Era estranho como armas e tiros haviam se tornado parte essencial de minha vida em tão pouco tempo."
Seis horas, cinquenta minutos e vinte e sete segundos. Este foi o tempo que levei para ler o livro. Intercaladamente, claro. Até porque a leitura estava meio morna no começo então dava umas certas pausas. Mas quando eu deitava para ler, a leitura fluía rapidamente. E gostei do que li.

Distopia. Quando a sociedade mostra-se corruptível e as normas criadas para o bem comum mostram-se flexíveis. Quando geralmente a tecnologia é usada como ferramenta de controle do governo ou de algum órgão. Afinal, porque raios cientistas iriam estudar a raiva e sua utilidade? 

É em um ambiente destruído pela 'raiva' em que se passa a história. Há três anos, um mês, uma semana e seis dias que Sherry e sua família estavam no abrigo construído para se protegerem deste vírus que estava atingindo a todos. A ordem veio de cima. Protejam-se. Mas chegou o momento em que a comida acabou e as comunicações via rádio não mais funcionavam.

Quando ela e seu pai resolvem sair à procura de comida, encontram Los Angeles devastadas e batem de frente com o resultado do vírus: seres humanos transformados em animais grotescos que comem gente. Alguns parecem feras, andam de quatro e são peludos. Outros parecem até normais, mas seus olhos selvagens e chorosos e sua fome são facilmente identificáveis. O susto e o medo de encontrar tais criaturas quase faz com que Sherry morra, caso não tivesse sido salva por Joshua. Um rapaz que perdeu tudo o que tinha e vive caçando os Chorões, como ele o chama.

"Os Chorões não eram seres humanos nem animais. Eram alguma outra coisa. Alguma coisa errada."

O livro é de uma leitura bastante rápida e da metade para o fim, bem agradável. Os Chorões são seres extremamente interessantes. Embora não sejam mais humanos, têm muito do que foram um dia, com uma forte exceção dos sentimentos e da concepção de certo ou errado. O começo é tudo muito novo pra Sherry que passou mais de 3 anos enclausurada e quando sai, tudo está diferente. Apesar dela posar de corajosa, ela é apenas a mocinha. Tuuudo bem, ela só tem 15 anos e nunca matou um passarinho. Agora anda com uma arma apontada para todo o lado. Joshua é o bom moço que quer se vingar pelas vidas que perdeu. Mas um romance acaba tomando forma. No começo achei bem desnecessário. Até porque tem momentos em que tem alguém da família correndo perigo na porta ao lado e ela se preocupa com a proximidade dos corpos dele. Okay.

Maaaas, o livro melhora sim! Sherry passa a controlar sua aflição e cria mais coragem do que eu teria se fosse ela. O romance acontece na hora certa e a trama ganha um novo rumo. A necessidade de sobrevivência é superada pela necessidade de respostas. Algo está totalmente errado, tudo passa a acontecer muito rápido e você devora o resto do livro rapidamente. Cada capítulo é antecedido por um flash de Sherry na outra vida - antes de tudo acontecer. Momentos que ela talvez jamais voltará a ter. A autora enfatiza muito o tempo, sempre contando o dias, minutos ou segundos que não fazia isso, ou que comeu frango, ou que sentiu a chuva e tal. Por vezes achei essa medida bem chatinha. Mas acabei me acostumando e ela se encaixou no contexto que a autora quis passar. Por não ter nada a fazer no abrigo, contar os dias e minutos era uma forma de matar o tempo.
É um livro bom. Passei quatrocentos e dez minutos para lê-lo. Não espere uma história assustadora, ou cheia de suspense, ou muito menos perfeita. Mas é um bom YA para se passar um tempo. O meu tempo foi de mais ou menos uns vinte e quatro mil e seiscentos segundos. Achei a capa linda, tanto a frente quanto o verso. A diagramação está um amor e a revisão está perfeita. E como uma série, senta que lá vem história. Aguardando o próximo livro que, espero eu, tenha mais fortes emoções.


Você Deve Gostar Disto:

7 comentários

  1. Estou muito curiosa a respeito desse livro, sempre gostei de temas desse estilo: zumbis. É diferente e as vezes penso, se por acaso isso ocorresse o que eu faria? E imagino o quanto deve ser difícil e triste para a personagem viver com medo e ver os amigos e família sucumbindo a esse mal. Adorei e quero ler. Beijos.

    ResponderExcluir
  2. Me apaixonei pelo livro, flor! Gosto muito de livros estilo "fim do mundo" , já vinha tentando comprar ele, mas são tantos livrinhos na lista que alguns acabam ficando para trás!
    Espero que possamos nos encontrar na Bienal de Pernambuco! Gostei muito de seu bloguinho, flor e já estou seguindo, queria te convidar para conhecer o meu cantinho também!
    Beijão,
    Scar ( ou Marcela Eduarda)
    http://wonderlandmundodoslivros.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  3. A capa é legal xará. Mas confesso que não senti aquela fisgada, não.
    Eu tb me estresso um pouco com essa preocupação com a proximidade do mocinho num momento em que tem preocupações reais para acontecer. hahaha. Faz parte, né?
    Uma série? Trilogia já é um estresse para esperar... esse não é para mim mesmo...
    Mas os tais Chorões devem ser criaturas interessantes de analisar.
    Bjs!!!

    ResponderExcluir
  4. Eu leria, mas confesso que não estou morrendo de vontade de ler. É a segunda resenha que diz que o livro é legazinho, mas quando penso no tema fico pouco empolgada.

    Beijos

    ResponderExcluir
  5. Dani, como te disse, não gostei muito do livro. É bonzinho, porém achei fraco. Esperava muito mais. :/
    E o romance, acho que foi a melhor coisa que acontece hehehe, pena que ela não explorou mais.
    Beijosss

    Toalete Feminino

    ResponderExcluir
  6. vc já sabe a previsão de chegada ao Brasil do "the life beyond" (segundo livro) dessa trilogia?

    ResponderExcluir
  7. Gostei muito do livro, mas quando vai chegar o segundo ( além da vida ) ?

    ResponderExcluir

Translate

Garotos são bem-vindos!

Google+ Badge