Garotas e livros

[Sá Editora] LITERATURA TURCA COM 50% DE DESCONTO!

Por 15:44 2 comentários

Promoção de final de ano ou até quando durarem os estoques! Aproveite para conhecer a literatura deste país que “causou’ em 2013. Novos temas, novas formas de narrar. Baixamos os preços para que você aproveite a leitura nas férias! Compre com pagseguro aqui pelo site da Sá. Promoção válida para as edições impressas!

A concubina nos conta uma esplendorosa história de amor que aconteceu durante o império Otomano, no reinado do sultão Abdülhamid Han, envolvendo o próprio sultão, uma de suas concubinas e o eunuco-chefe.
Askidil, a concubina, apaixona-se perdidamente pelo sultão tão logo conhece as delícias do leito real pela primeira vez. Para expressar seu amor, escreve ao amado inúmeras cartas que nunca serão enviadas. Embora pareça que o amor da sensual concubina possa ser correspondido, o sultão não a procura tanto quanto ela o deseja… afinal ela é apenas uma das muitas mulheres que ele tem à disposição no seu harém.
O eunuco-chefe, enjaulado em seu triste destino, acaba por se envolver com a bela concubina, formando-se um triângulo amoroso que o leitor acompanha nos textos plenos de emoção e poesia.
A escritora e historiadora Gül Irepoglu inspirou-se nas cartas de Askidil para nos transportar para a Turquia do século XVIII, com sua colorida e suntuosa atmosfera onde as mulheres e as paixões humanas tinham que se submeter a regras sociais e políticas que as aprisionavam em “gaiolas douradas”.
De R$ 35,00  por R$ 17,50  Compre aquihttp://www.saeditora.com.br/catalogo/literatura-internacional/a-concubina/
Uma noite, no terminal rodoviário de Ancara, Ömer Eren, famoso escritor, vivendo uma crise de bloqueio criativo, testemunha um tiroteio envolvendo um casal de jovens curdos. Abalado pela cena, decide pegar um ônibus em direção à Anatólia, onde dezoito anos antes fora um militante de esquerda, com a esperança de que esse retorno traga de volta a “palavra perdida”.
Elif, sua esposa, uma cientista de renome, prepara-se para participar de uma conferência na Dinamarca, confiando que a viagem traga um reencontro com filho único, Deniz, em exílio na Noruega desde a morte da esposa, de origem norueguesa, vítima de um atentado em Istambul.
Tragédia pessoal e tragédia de um povo se mesclam neste romance sensível e humanista, no qual Oya Baydar ausculta com acuidade incomum a relação entre pais/pátria e seus filhos, quer tocando na angústia de famílias desgarradas, quer tomando a palavra do povo curdo, a quem foram negadas a língua e a identidade. Considerada uma das maiores expressões da literatura turca atual, Oya Baydar nasceu em Istambul em 1940. Premiada em vários concursos literários, dentre os quais os prestigiosos Sait Faik e Orhan Kemal, publicou coletâneas de contos e romances. Palavra perdida, considerada sua obra-prima, ganhou recentemente publicação na Alemanha, Hungria, França e Estados Unidos.
De R$ 44,00 por R$ 22,00   Compre aqui: http://www.saeditora.com.br/catalogo/literatura-internacional/palavra-perdida/
Revolucionários armênios, um anarquista belga, espiões turcos e o próprio Sultão Vermelho são os atores desta história que conta sobre um plano de assassinato do próprio sultão.
Este plano, que na verdade não reflete a vontade do povo armênio, revela-se inútil. Nem os que o tramaram acreditam realmente que ele vá dar certo. Um golpe de sorte mostra um quadro realista da organização policial da época e da atmosfera do país, onde todo mundo é vigiado e seguido por outros. O livro também fala das últimas lutas de um estado decadente que se esforça para permanecer de pé em face das pressões internas e externas. Além disso, ele exibe os truques políticos de Abdulhamid II, um chefe de estado inteligente e esperto, e dos paxás ao seu redor.
De R$ 29,90 por R$ 15,00   Compre aqui : http://www.saeditora.com.br/um-golpe-de-sorte/

Preparar um suflê exige mais que prática culinária. Quando o cozinheiro acha que controla todos os elementos, freqüência dos movimentos ao bater os ovos, quantidade exata de açúcar, calor do fogo, hora exata de apagar a chama, algo imponderável pode surgir que fará desabar a delicada “construção” de claras em neve.
Asli Perker baseou-se nesta metáfora para elaborar este romance sensível, entrelaçando as histórias de vida de três personagens em torno da mesa e do calor do fogão.
É o alimento e sua preparação, com sua gama de simbolismos e significados sociais e culturais que dá sabor a esta leitura, enquanto seguimos a vida cotidiana de personagens que vivem em Nova York, Paris e Istambul.
Veremos como Marc, Ferda e Lilia tentarão se recuperar de momentos difíceis, a seu modo e com seus limites até encararem o desafio de preparar “o suflê perfeito”.
De R$ 42,00  por R$ 22,00  Compre aqui: http://www.saeditora.com.br/catalogo/literatura-internacional/sufle-2/



“Procura-se alguém que saiba turco.”

Ao atender a este inusitado anúncio publicado no jornal de uma metrópole europeia, a estudante turca Pelin é introduzida na casa de Rosella Galante.
Rosella, uma velha senhora que se refugiara em Istambul durante a Segunda Guerra Mundial procura alguém que possa ajudá-la a não perder a memória: “Se esquecer o turco, temo que tudo o que vivi desapareça silenciosamente”.
A intensa amizade que vai se estabelecendo entre as duas mulheres envolve o leitor; são dramas humanos, amores e paixões que vão desfilando aos nossos olhos, ao mesmo tempo que, apesar da diferença de gerações, elas se percebem falando “a mesma língua”.
O escritor Tuna Kiremitçi nasceu em Eskis,ehir, Turquia, em 1973. Reconhecido em seu país como uma das grandes vozes da nova literatura turca, já publicou quatro romances e dois livros de poesia.
Traduzido por Marco Syrayama de Pinto, este é o primeiro livro de literatura turca moderna que ganha versão direta do turco para o português.Também representa a estreia do selo Gesto literário, da Sá Editora, que pretende divulgar a produção de novos talentos da literatura mundial.
De R$ 33,00  por R$ 15,50    Compre aquihttp://www.saeditora.com.br/catalogo/literatura-internacional/as-preces-sao-imutaveis/

Você Deve Gostar Disto:

2 comentários

  1. Achei bem legal a sinopse de Suflê, parece bem interessante a começar pela metáfora. O título me fez pensar em livro de culinária. ahahaha.

    ResponderExcluir

Translate

Garotos são bem-vindos!

Google+ Badge