Garotas e livros

Cidades de Papel - John Green

Por 02:12 5 comentários



Em Cidades de papel, Quentin Jacobsen nutre uma paixão platônica pela vizinha e colega de escola Margo Roth Spiegelman desde a infância. Naquela época eles brincavam juntos e andavam de bicicleta pelo bairro, mas hoje ela é uma garota linda e popular na escola e ele é só mais um dos nerds de sua turma.



Certa noite, Margo invade a vida de Quentin pela janela de seu quarto, com a cara pintada e vestida de ninja, convocando-o a fazer parte de um engenhoso plano de vingança. E ele, é claro, aceita. Assim que a noite de aventuras acaba e um novo dia se inicia, Q vai para a escola, esperançoso de que tudo mude depois daquela madrugada e ela decida se aproximar dele. No entanto, ela não aparece naquele dia, nem no outro, nem no seguinte.

Quando descobre que o paradeiro dela é agora um mistério, Quentin logo encontra pistas deixadas por ela e começa a segui-las. Impelido em direção a um caminho tortuoso, quanto mais Q se aproxima de Margo, mais se distancia da imagem da garota que ele pensava que conhecia.

Não há como criticar John Green negativamente. Acho que uma das únicas pessoas que 'barra' ele no modo de escrita é Markus Zusak.
A história fala de Quentin Jacobsen e sua paixão platônica para com Margo Roth Spiegelman.
Quentin é um 'covarde' e leva uma vida de observador: gosta de ver e ouvir as pessoas ao seu redor, mas não necessariamente entrosar-se com elas. A única coisa - ou pessoa - que ele realmente se interessa é Margo Roth Siegelman (tanto que ele gosta de usar o nome dela completo). Ele vê Margo como um mistério, um quebra cabeça que ele tem que montar de alguma forma. Mas na adolescência eles meio que se separam. Sabe, no ensino médio, que todos os alunos são separados por grupos (nerds, populares, etc) e já que são de grupos diferentes, ele só pode observá-la.
Até um certo dia em que Margo aparece de repente na janela de Q e o faz completar seu plano maluco de onze partes. Ele resiste um pouco no inicio, mas junta-se a Margo. Tudo é muito divertido e engraçado! O plano só termina às 5:45 aproximadamente (não lembro bem) da manhã. Eles se dão bem e reatam seus laços de amizade; Q até fica pensando o restinho da madrugada como seriam as coisas no outro dia, na escola.
Porém ela não aparece no colégio no dia seguinte. Nem no outro. E nem no outro.
Como Margo foge o tempo todo, seus pais não dão da mínima e a polícia não pode fazer nada, já que ela é de maior. Todos acham que ela não vai mais voltar.
Menos Q - ele acredita que ela voltará e tudo vai dar certo para eles, e tenta arranjar pistas para encontrá-la.
Essa parte da procura é meio cansativa, só não é muito ruim graças aos amigos de Q: Ben e Radar.
Em uma das pistas (um livro com poemas de Walt Whitman), Q passa a ver Margo de outra forma.
Ela já não era mais aquela garota fantástica que ele pensava ser. Ele apenas via o que Margo deixava que todos vissem. Após ler várias vezes algumas frases do poema "Canção de Mim Mesmo", ele tenta pensar em como é Margo quando está sozinha.
"O erro fundamental que sempre cometi — e ao qual, sejamos justos, ela sempre me conduziu — era este: Margo não era um milagre. Não era uma aventura. Nem uma coisa sofisticada e preciosa. Ela era uma garota." — Quentin

Esse livro teve provavelmente o final mais feliz de João Verde (saibam que os finais de seus livros são tristes).
Achei que a história interessante. Ela mostrar que somos egoístas demais para ver o que está diante de nós. Só queremos ver nosso próprio reflexo, nos lamentando porque ninguém se importa ou nem percebe o que estamos passando, quando na verdade nós também estamos fazendo o mesmo que eles. Às vezes devemos nos colocar no lugar das pessoas para compreendê-las.







Você Deve Gostar Disto:

5 comentários

  1. Tenho muuita vontade de ler este! Amo o John Green! Beijo
    blog-bonecadeluxo.blogspot.com.br

    ResponderExcluir
  2. Olá galera
    Queria a opinião de vocês sobre uma coisinha.
    Bom eu estou escrevendo um livro ,ele é mais voltado para a galera adolescente, e se não for pedir demais gostaria que vocês dessem uma olhadinha na minha página, que lá vou postar um capitulo por semana e queria muito saber a opinião de vocês sobre ele. É o meu primeiro livro, espero que gostem.
    https://www.facebook.com/segredosdab?fref=ts

    ResponderExcluir
  3. Gostei da estória. Ainda não li os livros do John. Esse tem ação. Bem diferente do A culpa é das estrelas que é bem dramático.

    ResponderExcluir
  4. muito legal! Estou morrendo de vontade de ler esse livro (alias estou morrendo de vontade de ler todos os livros do John Green :c ) Seu blog é muito lindo ,parabens :t
    Se você puder acessar meu blog e deixar sua opinião nos comentarios seria realmente muito importante. Obrigada

    http://eraumavezumaestante.blogspot.com.br/

    Bia

    ResponderExcluir

Translate

Garotos são bem-vindos!

Google+ Badge