Garotas e livros

O Fogo /Bruxos e Bruxas 3 - James Patterson

Por 14:00 2 comentários


Você pensou que seria um conto de fadas? Whit e Wisty Allgood sacrificaram tudo para liderar a Resistência contra o regime sanguinário que governa o mundo. O líder supremo, O Único Que É O Único, baniu tudo o que havia de bom: livros, música, arte e imaginação. Mas o poder dos dois irmãos parece estar longe de conseguir deter O Único, e agora ele executou a única família que eles tinham. Você não vai encontrar O Único aqui. Wisty sabe que o momento se aproxima. Em breve ela estará cara a cara com O Único. A sua bravura e o seu dom canalizam ainda mais poder para esse ser, que já é invencível. De que maneira ela e Whit poderão se preparar para o confronto iminente com o implacável vilão que devastou o seu mundo – antes de ele se tornar verdadeiramente onipotente? Nem sempre seremos felizes depois que acabar. No impressionante terceiro livro da série Bruxos e Bruxas, a tensão está maior do que nunca – e as consequências mudarão tudo.
                                        




                                               Titulo: O fogo
                                               Autor: James Patterson
                                               Ano de lançamento: 2014
                                               N° de páginas: 272
                                               Editora: Novo conceito




 O livro já começa com uma animação só. Com Whit e Whity, tentando fugir da nova ordem, se escondendo entre a multidão, becos e esquinas, se esquivando, para não serem vistos, reconhecidos, e pior, serem mortos. Pra piorar a situações deles, Wisty está ferida, está morrendo, e Whit fará e faria o que fosse preciso para esse fato nunca ocorrer. Não naquele dia. Não naquela hora. Não enquanto o Único estava à solta.
      
      E é exatamente nesse momento de pânico e tensão, onde eles são encurralados, e do nada aparece Pearl Marie. A doce e durona Pearl Marie. Ela não só apareceu, mas ajudou e deu seu lar como abrigo para os irmãos.  

     Foi assim que Pearl e sua família tiveram um vinculo com os Allgood, nem que seja apenas por alguns dias, até a recuperação de Wisty, até eles terem a melhor ceia de suas vidas, até o Único aparecer. E foi ai, exatamente ai, que tudo começou, eles perceberam o quanto estão sós, o quanto precisam um do outro. E o quanto precisam fugir para que ninguém se machuque. Pena que descobrem isso tarde de mais.

     A partir desse momento a guerra começa.
E a profecia mais uma vez se revela. E os irmãos precisam deixar as imaturidades e o medo de lado, e derrotarem o único.




     Sem mais delongas... O livro já começa naquele clima tenso, mas não ao ponto de surtar, mas ele deixa a entender, que a situação está tão difícil como nos outros livros. (Zero para os Allgood e 10 para Único) Como eu já tinha falado dos livros anteriores, que o autor, deixa um clima tão monótono, tão cansativo às vezes, que acaba com as esperanças do leitor de que um dia, os irmãos iriam salvar o mundo, porque os adolescentes passavam, suportavam , lutavam, em condições e maneiras diferentes, e no final, o Único estava lá, de pé fazendo pose, e isso acontecia várias vezes em um mesmo livro. Mas nesse livro eu não senti isso, a cada momento, os bruxos enfrentavam situações difíceis, diferentes e que requeresse coragem deles. Então eu estava lendo o livro, achando que finalmente aquele problema teria acabado, ou diminuído. Mas na hora H, na hora de encontrar o Único, teve um momento, que se for comparado com os outros, foi até pequeno, onde existiu todo esse tédio, sabe aquela conversação que tem entre o vilão e a vítima que nunca dão em nada? Mas só faz passar as páginas do livro, e as mesmas coisas, que aconteceram tanto no próprio livro, quanto nos antecessores, voltam a ser ditas. Pois é, teve muito isso ai. Porém, contudo, todavia eu achei o livro bastante legal.


   Salientando que eu nunca falei que os livros eram ruins, e sim mostrei os pontos negativos dele, para não classifica-lo como um livro muito bom, por exemplo. Então, esse livro também teve alguns probleminhas como os outros, mas também ele seguiu uma narrativa um pouco diferente, dos mesmos.
    Como das outras vezes, eu recomendo você ler o livro sim. Não por que o livro é muito bom, e sim, porque foi uma experiência do autor, que pode até se sair melhor futuramente, escrevendo outros livros do mesmo gênero. E se você gosta de histórias assim, com aventura, adolescentes, guerra, magia, poder, mundo e submundos desconhecidos, você com certeza irá gostar dessa aventura.



Por Vanessa Cristina


Você Deve Gostar Disto:

2 comentários

  1. Pense em um livro que eu não recomendo... não gosto do tipo de estória.

    ResponderExcluir
  2. Eu sou um pouco desconfiada com o Patterson escrevendo outros gêneros que não o policial (a verdade é que até nesse gênero eu ando desconfiando dele ultimamente) e por isso não tenho interesse algum nessa série. Ainda mais porque pelo que vejo ela é tão de mediana para ruim que prefiro me manter afastada dela mesmo. rs
    Beijos,
    Isabelle | http://www.mundodoslivros.com/

    ResponderExcluir

Translate

Garotos são bem-vindos!

Google+ Badge