Garotas e livros

O que restou de mim / As crônicas híbridas - Kat Zhang

Por 21:31 3 comentários

Híbrido - Que ou que tem elementos diferentes em sua composição.
Neste livro, esses elementos são almas. Cada pessoas nasce com duas almas e ao chegar a uma determinada idade da infância, uma delas tende a desaparecer. A alma recessiva - a mais fraca - some e a alma dominante fica com o corpo para si. Toda alma tem seu nome, Addie tem sido a alma dominante, embora Eva não tenha desaparecido. Muito se foi feito enquanto ela era criança. Muitos remédios, exames, e o medo constante de que, se elas não se definissem logo, seriam julgadas defeituosas e levadas para onde só Deus sabia onde. O hibridismo foi banido da América. Era, agora, uma nação pura. Sem a presença dessas pessoas híbridas consideradas estáveis e perigosas

Addie e Eva são híbridas duas almas no mesmo corpo. Em sua realidade, todos nascem assim mas, ainda na infância, uma das almas torna-se dominante. Mas isso nunca acontecia com as duas. Considerados instáveis e perigosos, os híbridos foram perseguidos e eliminados das Américas. E quando o segredo delas é ameaçado, Eva e Addie descobrirão da pior forma que há muito mais sobre os híbridos do que os noticiários de TV e os livros de história contam.
Título original: What's left of me
Autora: Kat Zhang
Editora: Galera
Ano: 2014
Páginas: 318


Addie demorou tempo demais para se definir. Na verdade, ela nunca se definiu totalmente. Eva foi definhando aos poucos e já não possuía mais controle de nada, porém ela ainda estava viva dentro do seu corpo e conversava sempre com Addie. Uma irmã dentro de si. Temendo um futuro incerto, elas simplesmente fingem ser definidas. Como Addie detém todo o controle, era um pouco mais fácil, se vivesse à sombra do mundo,  sendo o mais diacretas possível. Até conhecer Hally e Lissa, híbridas que estudavam na mesma escola. O hibridismo era proibido e quem soubesse se algo estranho ou suspeito devia reportar imediatamente às autoridades. Hally tinha um irmão, Devon e Ryan e juntos tentam convencer Addie que existiam mais deles pelo mundo. Mas essa nova amizade chama atenção, e são pegoa e levados a uma clínica, onde várias outras crianças estão sendo "curadas".

"Como uma sociedade fundamentada em duas almas para cada corpo poderia algum dia ter paz? O indivíduos que formariam o país não estariam sequer em paz consigo mesmos, o que levaria a todo tipo de problema: frustração constante, falta de paciência com os outros e, para aqueles com a mente fraca, insanidade. Eu via o sombrio prognóstico nos panfletos dos consultórios médicos, impresso em negrito."

O livro tem um ritmo gostoso que te prende. A história é super interessante e bem diferente dos romances habituais. São adolescentes que querem viver em paz, em uma sociedade que restringe e dita quem você deve ser. Os personagens foram bem criados, embora só saibamos sobe os protagonistas. Ficamos na curiosidade de saber sobre todas as crianças que estão na clínica e conhecer o seu 'outro eu'. Addie e Eva se dão bem, mas assim como irmãos que brigam, elas tem os seus momentos de desentendimento. Só que ambas estão em um mesmo corpo, sentem o que a outra sente. É bem difícil bloquear os sentimentos e emoções uma da outra. Eva é que narra toda a história e criamos um carinho especial por ela. A recessiva, que não domina o corpo, embora os outros híbridos como Hally e Lissa, tenham domínio ambas sobre o corpo. O desenvolver da história é instigante. Vemos mistério, ação e romance nesta obra e agarramos o livro para soltar somente quando acaba. Onde ficamos chateada logo em seguida, pois a continuação ainda não lançada.

"Tristeza. Tristeza, dor e culpa. Nenhum dos sentimentos era meu. As emoções de Addie me dilaceravam. Independentemente do que acontecesse, do que disséssemos ou fizéssemos uma com a outra, Addie e eu ainda éramos duas partes de um todo. Mais próximas impossível. Mais ligadas impossível. A tristeza dela era a minha."
A trilogia de As crônicas híbridas me conquistou por ser diferente e pela boa amarração dos fatos e construção dos personagens. Eu fico já ansiosa na espera do próximo. Uma batalha pela liberdade será travada e eu não vejo a hora de saber mais sobre esta America onde foi erradicado o hibridismo. Bem... Ao menos, é o que a população pensa. E claro, a capa é LINDA! Apaixonei! Revisão muito boa do livro. Parabéns à editora! Enfim, LEIAM! S2 


Você Deve Gostar Disto:

3 comentários

  1. Oi Danni, esta série tem me chamado atenção justamente pelos seres híbridos. Não lembro de ter lido algum livro com eles. Legal que você gostou.
    Bjs, Rose

    ResponderExcluir
  2. Oi Danni, você poderia me dizer como foi o enredo pra você? Não conhecia o livro ainda eme interessei porque ainda não conheço um outro livro com seres hibridos, espero que a leitura não tenha sido massante e tenha muitos mistérios *-*
    http://nixeartisan.blogspot.com

    ResponderExcluir
  3. O conceito desse livro é bem diferente de tudo que já li. O livro parece ser muito interessante, por causa disso. Adoro histórias que se usam de temas batidos trazendo novos elementos que dão, a ela, um ar de originalidade.

    2surrealistas.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir

Translate

Garotos são bem-vindos!

Google+ Badge