Garotas e livros

Um lugar chamado liberdade - Ken Follett

Por 15:00 4 comentários

Quanto custa sua liberdade?
Você saberia estipular um valor para ela???

Escócia, 1766. Condenado à miséria e à escravidão nas brutais minas de carvão, Mack McAsh inveja os homens livres, mas nunca teve esperança de ser como eles. Até que um dia ele recebe a carta de um advogado londrino que lhe revela a ilegalidade da escravidão dos mineiros e um novo horizonte se abre aos seus olhos. Porém, para realizar seu sonho, Mack precisará enfrentar todo tipo de opressão das autoridades que não estão acostumadas a serem questionadas. Já na idealizada Londres, ele reencontra uma amiga de infância, Lizzie Hallim, agora casada com Jay Jamisson, membro da família que tanto o atormentara na Escócia. Lizzie não se conforma em viver submetida aos caprichos dos homens e constantemente escandaliza a sociedade com seu comportamento e suas ideias não convencionais. Quando Mack é acusado injustamente de um crime, ela quebra protocolos e sai em sua defesa, mas o amigo é deportado para a América. Mack logo descobre que se trata de uma mera mudança de continente, não de ares sociais, pois a colônia também vive momentos de tensão: se na Inglaterra os trabalhadores não desejam mais ser explorados pela elite, ali os colonos preparam o caminho que os levará à independência do jugo inglês. Nesta saga repleta de suspense e paixão, Ken Follett delineia uma época de revoltas contra a injustiça com uma escrita enérgica e sedutora. 

Título: Um Lugar Chamado Liberdade
Autor: Ken Follett
Editora: Arqueiro
Páginas: 400
Ano: 2014 

"Imagine só, poder viver como quiser, não com lhe dizem. [...] Ser dono do próprio nariz, e não escravo de alguém... Não seria maravilhoso?"


McAsh Malachi sabe que ser livre não tem preço. Não há nada nem ninguém que compre sua liberdade. Revoltado com a escravidão que o cerca, ele foge da aldeia de Heugh, na qual nasceu. Quando recém nascido, seus pais o prometeram ao Sir George Jamisson, dono da minas e de toda aldeia, assim como todos os outros são prometidos ao lorde. Desde de criança trabalha como escavador de carvão e se sente frustado com tanta injustiça. Sempre quiz ser livre e sempre nutriu este sonho. Dentre poucas pessoas que viviam na aldeia, Mack e sua irmã gêmea, Esther, sabiam ler. Então eles acompanhavam as notícas de alguns jornais que chegavam por lá meses depois de publicados. E ele absorvia a vida de pessoas livres que viviam em Londres. E era para lá que ele iria. Ele queria fazer parte de um novo mundo.

"Não sabia o que lhe reservava o futuro. Poderia ter que enfrentar pobreza, sofrimento e perigo. Mas não seria outro dia nas profundezas da mina, outro dia de escravidão, outro dia como propriedade de Sir George Jamisson. Ele seria dono do próprio destino"

Ambientada no século 18, Follett descreve a luta incansável de um homem que buscava a liberdade e o amor. A construção do cenário é incrível. Conseguimos ver com clareza, e sem ser cansativo, o retrato de Londers nesta época. Mack consegue fugir da aldeia na promessa de juntar dinheiro para buscar sua irmã. Ele tenta a vida em Londres, mas ser livre não torna a vida mais fácil. Mas como um sonhador e esperançoso que é, descobre que não é apenas na aldeia onde vivia que as pessoas lutavam pela liberdade. Em Londres ele vê que essa luta ainda é constante e, mais uma vez, levanta fúria de poderosos homens que mandam na região. Ele percebe que essa luta não vai ter fim. Mas ele não é de desistir.

“Davy Taggart, o ferreiro que produzia as ferramentas dos mineradores, encaixou um colar de ferro como o de Jimmy Lee em volta do pescoço de Mack. Era a maior de todas as humilhações: um sinal evidente para todo o mundo de que ele era propriedade de outro homem. Tornava-se menos do que um homem, sub-humano; era gado.”

A força que o personagem tem nos faz sentir todos os sentimentos com ele. Ele é apenas um humano que quer se livrar das algemas que a sociedade poderosa impõe aos mais pobres. É alguém que luta pela liberdade. E Quando tudo parece estar entrando nos trilhos, algo sempre acontece. Uma vida de lutas, de conquistas, de desafios, de sofrimento e de vitórias traduz a jornada de um rapaz que um dia só desejou ser livre. E que lutou até o fim para que seu sonho se realizasse.
Com uma trama bem armada, o autor nos leva a uma história fascinante de um mineiro que só sonhava em ser livre. Ele só queria escolher onde morar, em que trabalhar, a que horas acordar e o que fazer com sua vida. A história se passa no século XVIII, na Escócia, e nos deparamos com um cenário econômico e político frustado. Onde há o inconformismo das pessoas que lutam por vidas dignas e felizes. Paixão e a luta pelos ideais são pontos fortes do livro. É realmente um história encantadora. ken Follett consegue nos transportar para dentro das minas de carvão, para ruas de Londres e para as colônias da América e nos faz ver de perto como tudo acontece...


Você Deve Gostar Disto:

4 comentários

  1. Olá Tudo bem! Visitei o seu blog e agora estou como seguidor se não se importa. Divulgue em meu twittter @ulissessebrian Obrigado e sucesso. E também tenho um blog gostaria que visitasse. Histórias empolgantes e que te emocionam. http://migre.me/dVvEK Ou http://truquedevida.blogspot.com.br/ https://twitter.com/ulissessebrian

    ResponderExcluir
  2. Oi!
    Ainda não li este livro, só vi ele uma vez no catálogo da Arqueiro, mas nunca tinha buscado saber sobre o que era. Poxa eu não sabia que tinha escravidão na Escócia naquela época :(
    Esse tipo de história me deixa muito triste, pq parando pra pensar é uma realidade que ainda acontece, e talvez nem tão longe de nós como pensamos.
    Pretendo ler algum dia, assim que acabar a série dos Instrumentos Mortais que tô lendo (3º livro hehe)
    Beijinhos!
    www.expressodenarnia.com

    ResponderExcluir
  3. No momento estou lendo o primeiro livro da trilogia o século do ken follett, que é o livro queda de gigantes estou gostando muito do estilo do autor, espero terminar logo a trilogia (os 3 livros com 900 páginas mais ou menos) e espero ler este livro dele também, essa resenha me atiçou ainda mais. Juliana - Curitiba.

    ResponderExcluir
  4. No momento estou lendo o primeiro livro da trilogia o século do ken follett, que é o livro queda de gigantes estou gostando muito do estilo do autor, espero terminar logo a trilogia (os 3 livros com 900 páginas mais ou menos) e espero ler este livro dele também, essa resenha me atiçou ainda mais. Juliana - Curitiba.

    ResponderExcluir

Translate

Garotos são bem-vindos!

Google+ Badge