Garotas e livros

A toda prova - Harlan Coben

Por 09:00 2 comentários

"No fim das contas, eu fiz mais o bem do que o mal. Salvei mais do que machuquei. Você é a totalidade da sua vida, e não só uma parte." (Myron Bolitar)

Mais um livro de tirar o fôlego! Essa é uma das especialidades do Harlan, bem como não te deixar parar de ler até terminar o livro. E o terceiro livro da série de Mickey Bolitar traduz bem isso: dormir menos e ler mais. Essa continuação, apesar de ser o último da série, só nos deixa com um gostinho de quero mais, porque o fim é incrível. Queremos mais. Apenas mais.

Leia a resenha do livro 1, Refúgio;
Leia a resenha de Uma questão de segundos;

Oito meses se passaram desde que Mickey Bolitar presenciou a trágica morte de seu pai. Por muito tempo, o garoto não teve nenhum motivo para questionar o que aconteceu naquele acidente fatal. Porém, de repente, ele começa a perceber mentiras, segredos obscuros e questões sem resposta que o deixam desnorteado. Por que sua vizinha reclusa afirma que Brad Bolitar está vivo? Por que o paramédico que tentara socorrer seu pai reapareceu subitamente na cidade? Mesmo ansiando pela solução do mistério, Mickey precisa se dedicar a outro estranho caso. Sua amiga Ema revela que começou um relacionamento pela internet e que está apaixonada. Contudo, seu suposto namorado sumiu sem explicação. Recusando-se a acreditar que foi enganada, ela pede a ajuda de Mickey. Aparentemente, a fama do sobrinho de Myron Bolitar como investigador já se espalhou, pois até seu rival, Troy Taylor, suplica que ele o auxilie. O garoto foi pego no exame antidoping e ficará de fora do time de basquete em seu último ano na escola. Ainda que desconfiado, Mickey acaba se envolvendo em uma trama que se mostrará mais grave do que parece. Neste desfecho da série, três mistérios mobilizam a vida do jovem herói, mas nada pode prepará-lo para a grande verdade.

Título original: Found
Autor: Harlan Coben
Editora: Arqueiro
Ano: 2015
Páginas: 224

"Só porque você faz o que é certo não significa que o errado não vá encontrá-lo."


[Contém spoilers dos livros anteriores]

No terceiro livro da série, temos a continuidade da trama de Mickey e seus amigos. Desde que Dona Morcega disse ao Mickey que seu pai estava vivo, muita coisa mudou na vida do garoto. Fazer parte de um grupo que resgata crianças era uma delas. Depois de tudo o que aconteceu aos seus amigos, Mickey sentia-se muito mais que culpado por tudo e se considerava responsável pelo o que aconteceu ao Colherada. Ainda que ele fossem apenas adolescentes, eles tinham grande importância para o abrigo. O que é legal de se ver nos personagens é a diferença entre eles. Mickey, o novato bonito, alto, atleta e bem na dele. Ema, a gótica estranha, gordinha e sem amigos (exceto esse seu 'novo' e único grupo) que na verdade usa essa máscara para esconder que é filha de uma famosa atriz, Colherada, o nerd estranho, filho do zelador da escola e zoado por todos e que também não tinha amigos. E Rachel, a líder de torcida, bem de grana e a garota mais gata da escola. Olhando por esse ângulo, é um grupo quase que impossível. Mas foram esses os escolhidos pelo Abrigo Abeona. Cada qual tem seu papel e importância para a equipe.

"Eu tinha ouvido dizer que o espírito humano é indomável, que não pode ser derrotado ou destruído e que, e você quiser alguma coisa de verdade, ele ganhará uma força imensurável."

Fora a tentativa de descobrir a verdade sobre seu pai e entender porque o Abrigo Abeona lhe recrutou, sua amiga Ema pede ajuda para investigar o sumiço do seu namorado virtual, que aparentemente desapareceu do nada. Além disso, seu arqui rival, Troy Taylor, capitão do time de basquete e maior babaca da escola, se meteu em uma encrenca e recorre ao Mickey, implorando ajuda. Nada é tão simples quanto parece ser e eles acabam se envolvendo em uma trama surpreendente. Nós, como investigadores que somos, já vamos dando pitacos e juntando os fatos para descobrir tudo antes que o autor revele. As vezes dá certo, as vezes não dá. Harlan nos mostra alguns caminhos possíveis, mas apenas a verdade pode nos levar à resposta que se procura. Afinal, por mais dolorosa que seja, a verdade deve vir à tona a qualquer custo. E Mickey precisava da verdade. Principalmente sobre seu pai. Aliás, talvez esse fosse o único jeito de salvar a sua mãe.

"[...] Meus pais se amavam. Ah, claro, certo, um monte de pais se amam. Mas não assim. O amor dos dois era daqueles que dão vergonha. O amor deles era tão completo e inteiro... O problema com esse tipo de amor, o problema em se tornar um só é: o que acontece quando um morre?
O outro morre também."

O final do livro é surpreendente e gostei demais do clima romântico que o Harlan colocou entre o Mickey e a Ema. Porque a melhor amiga gordinha-gótica é beeem mais interessante que a gostosa líder de torcida. Convenhamos. S2  O Harlan Coben não abusa dos romances em suas obras. Sabemos que Myron é desses românticos e vive com crises em seus relacionamentos, mas é sempre abordado em segundo plano. O foco é a investigação, o suspense que o autor cria em torno dos personagens. A sede pela verdade e a busca pela justiça. E é isso que move a todos. É isso que me contagia e me faz devorar cada livro deste autor e na série de Mickey não é diferente. Não vejo a hora de ler o próximo do Harlan!
E por favor, leiam a série do Mickey Bolitar! Ele tem a quem puxar! Aproveitem e leiam todos os outros livros do Harlan Coben! Se você é fã de ficção policial, não vai se arrepender. Se nunca leu nada do tipo, leia algum do Harlan. Torço para que você ame assim como eu!

Você Deve Gostar Disto:

2 comentários

  1. Halan Colben é o melhor. Todos os livros que li dele são ótimos.

    ResponderExcluir
  2. eu amooooooooo Harlan Coben, comecei lendo "Desaparecido para sempre", mas amo todos eles!

    ResponderExcluir

Translate

Garotos são bem-vindos!

Google+ Badge