Garotas e livros

A Lista Negra - Jennifer Brown

Por 00:51 0 comentários

O-Oi! Faz um tempão que não escrevo nada aqui. Mas, bom, o importante é que eu voltei u.u



E se você desejasse a morte de uma pessoa e isso acontecesse? E se o assassino fosse alguém que você ama?

O namorado de Valerie Leftman, Nick Levil, abriu fogo contra vários alunos da cantina da escola em que estudavam. Atingida ao tentar detê-lo, Valerie também acaba salvando a vida de uma colega que a maltratava, mas é responsabilizada pela tragédia por causa da lista que ajudou a criar. A lista das pessoas e das coisas que ela e Nick odiavam. A lista que ele usou para escolher seus alvos.
Agora, ainda se recuperando do ferimento e do trauma, Val é forçada a enfrentar uma dura realidade ao voltar para a escola para terminar o Ensino Médio. Assombrada pela lembrança do namorado, que ainda ama, passando por problemas de relacionamento com a família, os ex-amigos e a garota quem a salvou, Val deve enfrentar seus fantasmas e encontrar seu papel nessa história em que todos são, ao mesmo tempo, responsáveis e vítimas.
Título original: Hate List.
Autor: Jennifer Brown.
Editora: Gutenberg.
Ano: 2012.
Páginas: 272.

"As pessoas fazem isso o tempo todo - acham que "sabem" o que está se passando na cabeça de alguém. Isso é impossível. É um erro achar isso. Um erro muito grande. Um erro que, se você não tiver cuidado, pode arruinar sua vida."


Valerie vive uma vida comum num colégio simples. Ela tem família, amigos, um namorado que gosta muito e, como não poderia faltar, desamizades na escola. Essas "desamizades" são aquelas pessoas que estão sempre lá para pisar no seu calo. Tanto Valerie quanto seu namorado, Nick, não são os alunos mais populares da escola, por isso são alvo dos estudantes que gostam de destratar os outros. Então, numa forma de tirar a raiva da mente e passar para outro lugar, eles decidiram fazer uma lista das coisas e dos alunos que odeiam. Disseram, um para o outro, várias motivos para essas coisas e pessoas não existirem e planejaram diversas formas de fazê-los sofrer, matá-los (sabe quando você tem tanta raiva de alguém que você deseja que essa pessoa morra?), porém tudo não passava de uma brincadeira, pelo menos para Valerie. Um dia, de repente, Nick entra armado no colégio e tenta matar todos os alunos da lista. Val se assusta quando percebe o que Nick está fazendo e tenta impedí-lo. No processo, ela é atingida na perna ao tentar proteger uma das alunas que menos gostava e Nick, logo após, se suicida.


Após o suicídio de Nick, Val se vê sozinha. Pessoas, antes próximas, se afastaram dela. Valerie Leftman fica nacionalmente conhecida como "a garota que odeia todos" e o livro mostra o recomeço de sua vida.

"Como sempre há tempo para a dor, também sempre há tempo para para a cura. É claro que há."

Até mesmo a própria família dela se afasta. Com os pais separados, ela vive com a mãe e com o irmão caçula. A mãe está sempre com medo dela fazer mal a outras pessoas ou a ela mesma; o pai está sempre distante; o irmão, a princípio, encara tudo de forma madura, mas depois ele... Opa! Sem spoiler u.u
E o que fazer, então? Como viver se a sua vida está arruinada? Valerie é temida e excluída por praticamente todos os alunos após o incidente, o colégio está em um constante luto, sua família não a trata mais como uma filha/irmã, ela não pode sair da própria casa sem avisar que a polícia é chamada. Como prosseguir?
Se quiser saber se ela seguiu ou não em frente, é só ler *-*

"De certa forma, Nick estava certo: às vezes, todos temos de ser vencedores. Mas o que ele não entendeu foi que todos temos também de ser perdedores. Porque não se consegue uma coisa sem a outra."

A história é focada no bullying e suas consequências. É escrita na primeira pessoa, na visão de Valerie, o que faz o leitor se concentrar bastante nos sentimentos e nas opiniões da personagem.
Particularmente, eu amei o livro. Só não gostei muuito do final. A princípio, não pensei ser uma história tão envolvente quanto é. Julguei o livro pela capa. (Não façam isso, galerinha!). Esse é um daqueles livros que você entra no personagem, que você é o personagem enquanto lê. Para quem gosta de drama (eu!), a história é perfeita. O livro também passa várias mensagens, não somente relacionada ao bullying, mas também ao perdão.
Eu recomendo totalmente a qualquer um. Se você ainda não leu, leia agora!



Você Deve Gostar Disto:

0 comentários

Translate

Garotos são bem-vindos!

Google+ Badge