Garotas e livros

[Wattpad +18] Olhe em meus olhos - Carol Sales

Por 14:41 0 comentários




Eis que me rendi ao Wattpad! Para quem não conhece, é uma plataforma de e-books. Qualquer um pode escrever uma história, um conto, um livro e ler também o que outros escrevem. Um meio gratuito de acesso a leitura e a divulgações de obras. Enfim, Carol, minha amiga e irmã gêmea de coração é autora e tem vários livros escritos, começou então a publicar lá. Estou agenciando ela (da maneira mais louca possível, talvez) e o site foi nossa primeira exposição de sua escrita. Ela se empolga tanto que fora os livros que já tem escritos, está criando outra história por lá. Aí o amor que eu já tinha pelos livro dela aumentou. S2 

"O grito vem quando a palavra perde a força. Faça com que suas palavras sejam fortes, sempre."


Olhe em meus olhos é um livro muito diferente do que eu estou acostumada a ler. Não pelo drama e pelo erotismo, mas pela escrita peculiar que a Carol Sales nos mostra nesta obra. Com uma linguagem muito puxada para romance de época, ela escreve uma trama cheia de conteúdo e reviravoltas, com tantos personagens e movimentação que daria uma novela, tranquilamente. Logo no começo nos deparamos com Ceccile, uma jovem criada como um precioso enfeite por Elizabeth, uma senhora muito conservadora. Uma jovem que teve de tudo do melhor, que aprendeu muito, mas que sempre viveu reclusa por sua cuidadora, que não a queria em contato com o mundo real. Mas a morte vem para todos, assim como veio para Elizabeth, e Ceccil vai ter que começar a aprender a lidar com tudo sozinha. Não tão só, já que Ana, que cuida da casa, está lá por ela. 


Procurar pelos familiares da falecida Elizabeth e avisá-los do que aconteceu, assim como lhe repassar toda a fortuna que lhe foi deixada, é a primeira atitude de Ceccil. Mas nada ocorre de maneira tão simples. Ela vai à procura dos Sander- família rica, e de grande influência na sociedade, mas se depara com o pior membro da família, que não poupa a jovem bela, linda e virgem. A partir daí uma cadeia de acontecimentos surgem de maneira rápida. Hugo Sanders, o irmão consciente, se vê tentando corrigir o erro de seu irmão mais novo, Raffe, e no meio de toda a proporção confusa que a vida de todos se torna, sentimentos intensos e desejos ardentes assumem o lugar. 

"O que havia nessa mulher que o dominava dessa forma, se perguntava. Não era medroso, logo, não eram os peões armados do lado de fora."



Não é um livro fácil no começo. Para quem não é acostumado a esse tipo de escrita, vai demorar alguns capítulos para pegar embalo. Eu acho que demorei bem mais porque em todo o tempo queria bater em Ceccil. Porque todo o recato dela e a inocência à qual foi criada, revela uma jovem que acata tudo que lhe é ordenado, de cabeça baixa a chorar. Tive um começo bem complicado com ela, tanto que, quando li o manuscrito (Sim, eu li quase tudo kkkk) praticamente deixei de lado por conta dela, porque me dava agonia acreditar que alguém poderia ser assim (E sim, a autora teve uma base para criar a personagem, então, damas exiladas criadas como meros enfeites existem em alguns lugares do mundo). 


O livro não é grande, mas a história tem muitos personagens e a maioria deles, de importância para a trama, e falar de todos ia tornar essa resenha impossível. Mas alguns como Ana, a única que sempre teve contato com Ceccil, além de Elizabeth, e John, amigo antigo de Hugo, são um dos personagens favoritos. Assim como Valery, que aparece pouco antes da metade do livro, mas sua presença é tão marcante que parece que esteve lá o tempo todo, encantando a todos com sua beleza, seu modo de se portar, sua insensatez e sua ousadia. E eu odiei a Valery. Não me pergunte, a autora é que faz isso com você. Faz tempo que não lia um livro onde eu mudava tanto de opinião. Carol explora os sentimentos dos seus personagens e os leva ao limite, fazendo com que a gente siga o mesmo ritmo e ame e odeie e queira abraçar e enforcar em intervalos de tempo curtíssimos! Ao menos eu, odiei mais do que amei a maioria deles, embora no final a gente tenha feito as pazes. Ok, não com todos, né. 
"Eu gosto de carne, meu amigo. Sou carnívoro. Essa beleza ditada por convenções não me atrai, está mais no conteúdo, na essência, entende?"
(John)

Os personagens são bem construídos e no decorrer da história  vamos entendo um pouco da vida de alguns mais complexos. É um livro intenso, forte e que não é pra todo mundo. Algumas cenas são pesadas, como as de violência, estupro e agressões verbais que te deixam transtornadas. Mesmo recheado de drama -às vezes mais do que novela das nove -, ele tem suas partes doces, suas partes românticas, seu toque de humor e muita, muita sensualidade. Erotismo chega a arrepiar a pele em diversas vezes. São história de Mulheres no qual a vida raramente foi justa, mas que, apesar de tudo, elas conseguiram ultrapassar os obstáculos e conquistar a felicidade merecida.Os capítulos são curtos e da metade para o fim, devoramos tudo. Confesso que alguns capítulos me deixaram perdida, mas a autoria ia explicando conforme postava, porque era algo que só ia ser respondido bem mais a frente. Alguns capítulos foram bem o densos, com excesso de informação de uma só vez, o que me cansou, embora só tenha ocorrido isso em um ou dois capítulos. Quanto mais se aproxima do fim, mais ritmo ganha e mais leve o livro fica. Por falar em fim...Eu tive que reler o início do último capítulo três vezes para ver se havia entendido certo. E foi uma surpresa e tanto! Eu fiquei com um “UAL” congelado na cara e claro, tive que correr pro inbox da autora lhe xingar. De um modo bom, acho. Foi um gesto ousado e um final inusitado. Eu recomendo ler e sentir por conta própria. E o epílogo... Ah! Autora filha da mãe! Deixa um suspense que eu já saquei de cara de quem se tratava, porque ódio é o que sinto pelo personagem. Ela deixa a margem para uma continuação em um toque de mistério e uma pergunta se forma: será que depois de tudo ainda vai dar merda?


"Seus lábios se encontraram e se abriram em sincronia para o encontro das línguas, suave, se acariciando mutuamente, acendendo o fogo que inflamava a ambos em mesma medida. Ficaram alguns segundos se olhando nos olhos, se reconhecendo na alma um do outro..."

Eu juro que tentei fazer uma resenha menor. Mas apesar de o livro não ser tão grande, há um excesso de informações nele que me fizeram estender um pouco. E olhe que não falei nem ¼ do que tinha a anunciar. Se não se empolgarem no começo, persistam. Foi assim comigo, (e olhe que a autora é minha melhor amiga!) depois de ameaçar e xingar muito e muito os personagens no começo, eu me rendi a essa história deliciosa que vale MUITO a pena! Super recomendo!!!

Essa foi minha primeira leitura do Wattpad e adianto que já tenho vários livros adicionados na minha estante lá! hahaha Creio que virão mais resenhas dos e-books de lá, mas aos poucos.
Aviso - O livro Olhe em meus olhos ficará disponível para leitura no Wattpad até dia 31/10/2015, depois disso, ele irá se encontrar na Amazon. Acesse: Olhe em meus olhos
Perfil da autora no Wattpad: Carol Sales
Novo romance da autora: Aprendizes do amor



Você Deve Gostar Disto:

0 comentários

Translate

Garotos são bem-vindos!

Google+ Badge