Garotas e livros

A teoria de tudo - Jane Hawking

Por 14:00 0 comentários



Eu muito raramente leio biografias, mas essa despontou certa curiosidade. Talvez porque o Stephen Hawking ser esse homem brilhante, esse ser muito além de nós, meros mortais, que contribuiu tanto com a ciência. Daí viria o filme e a curiosidade para ler aumentou. Então peguei a história narrada por Jane Hawkig, esposa dele durante 25 anos e se passai a conhecer a visão dela por meio de suas narrativas.

A história de Stephen Hawking é contada pela luz da genialidade e do amor que não vê obstáculos. Quando Jane conhece Stephen, percebe que está entrando para uma família que é pelo menos diferente. Com grande sede de conhecimento, os Hawking possuíam o hábito de levar material de leitura para o jantar, ir a óperas e concertos e estimular o brilhantismo em seus filhos entre eles aquele que seria conhecido como um dos maiores gênios da humanidade, Stephen.Descubra a história por trás de Stephen Hawking, cientista e autor de sucessos como Uma breve história do tempo, que já vendeu mais de 25 milhões de exemplares. Diagnosticado com esclerose lateral amiotrófica aos 21 anos, enquanto conhecia a jovem tímida Jane, Hawking superou todas as expectativas dos médicos sobre suas chances de sobrevivência a partir da perseverança de sua mulher. Mesmo ao descobrir que a condição de Stephen apenas pioraria, Jane seguiu firme na decisão de compartilhar a vida com aquele que havia lhe encantado. Ao contar uma trajetória de 25 anos de casamento e três filhos, ela mostra uma história universal e tocante, narrada sob um ponto de vista único.Stephen Hawking chega o mais próximo que alguém já conseguiu de explicar o sentido da vida, enquanto Jane nos mostra que já o conhecia desde sempre: ele está na nossa capacidade de amar e de superar limites em nome daqueles que escolhemos para compartilhar a vida. O livro que inspirou o emocionante filme A Teoria de Tudo.
Título original: Travelling to infinity
Autor: Jane Hawking
Editora: Única Editora
Ano: 2014
Páginas: 447

Compre

Já depois de ter visto o filme foi que pude pegar o livro e lê-lo e o choque foi realmente intenso. Claro que as adaptações mudam muita coisa, mas romantizaram tanto a história de Jane e Stephen que quando lemos sobre a vida real deles, a gente meio que acorda pra vida, sabe? Toda relação tem seus altos e baixos, momentos bons e ruins, situações que nos fazem odiar e amar. É assim com todos casais, acredito eu. E num casamento que durou 25 anos não teria sido diferente. Jane, logo após conhecer o Stephen, aceitou permanecer ao seu lado, mesmo sabendo de sua recente descoberta condição, ele era portador da ELA ( Esclerose Lateral Miotrófica). E havia sim, amor. Eles eram um casal lindo, feliz. Ele era obstinado, decidido, orgulhoso e guerreiro. Durante toda sua jornada, tanto no livro quanto no filme, nota-se sua determinação. Mas Jane é sua base. São nesses momentos que vimos a mulher por trás do homem, sendo que neste caso, era literalmente. Ela era a Mulher ao lado do gênio que ele era. Mas muitas vezes ela abriu mão de si para estar ali por ele. 

“Então estávamos tão confiantes em nós mesmos, e tão ansiosos para o nosso futuro começar, que não permitimos que esses problemas mundanos nos incomodassem por muito tempo... Também sabíamos muito bem que, em nosso idealismo, estávamos, de modo deliberado, desafiando o senso comum e tudo o que era cauteloso, convencional e normal...”


Me cansou muito ler a narrativa de Jane na maior parte do livro. Carregada de detalhes e informações que não fizeram diferença na leitura e entendimento da vida deles, tornou o livro uma leitura arrastada. Algumas partes 'andavam' mais rápido, mas o livro em si foi bem cansativo para mim. Mas é uma biografia. Detalhes são sempre presentes, mas Jane caprichou um tanto aqui. De um lado, o gênio ateu, de outro lado, a esposa cristã que deixou seus sonhos de lado para lutar com o marido. Jane nos mostra o quanto ela sacrificou por ele. Pelo homem que amava e pelo cientista brilhante que era. Não duvido nem um pouco dos sacrifícios que ela fez, embora em uma obra narrada por ela, até onde vai a verdade? A autora desfila entre as questões da convivência familiar, as dificuldades enfrentadas pelos portadores do ELA, sua visão do mundo sobre religião e o papel da mulher na sociedade e na família. Os seus desejos, medos, incertezas. 

"[...] A ciência e a religião não estavam na oposição, mas eram dois aspectos complementares de uma mesma realidade. [...] O ateísmo não era um pré-requisito essencial da ciência, e nem todos os cientistas eram tão ateus quanto pareciam."

Se for falar do filme, nada mais é do que um romance com a superação de um homem e sua linda família que sempre esteve presente. Pincelado desta forma, é muito superficial a toda informação que temos no livro, com toda realidade mais crua de uma história de superação de duas pessoas. O conceito de humanidade, de família e amor, nos mostrando que as pessoas são capazes de muitas coisas, se insistir, persistir e ter fé. A edição do livro está linda. Adorei a capa e a diagramação. O livro é grosso e bem pesadinho, para mim que carrego na bolsa é um bom peso extra. hahaha
Recomendo a leitura para quem tiver realmente interesse em conhecer mais a vida do casal, de entender a fundo a história deste gênio e de sua esposa. 

Você Deve Gostar Disto:

0 comentários

Translate

Garotos são bem-vindos!

Google+ Badge