Garotas e livros

Sr. Daniels - Brittainy C. Cherry

Por 02:30 0 comentários



"Eu estava convecida que todo mundo tinha alguma estranheza. E o mais legal, pelo menos esperava que sim, era a ideia de que havia alguém por aí tão peculiar quanto você. A ideia de encontrar seu outro esquisito me atraía muito."
pág. 40

Você sabe que ficou apaixonada por um personagem quando passa a sonhar com ele, e querer trazer ele para o mundo real, para você de preferência. Eu costumo me apaixonar a cada livro lido. São novos momentos que conhecemos, cidades diferentes, costumes diferentes e até mundos diferentes. Em Sr. Daniels, pude amar intensamente o próprio Sr. Daniels, ou Daniel. Mas também amei a Ashlyn, porque ambos são portadores de fardos imensos e a dor que sentem, você quer ajudar a aliviar. Você quer abraçar, pegar no colo e sussurrar que tudo ficará bem. Torcemos o livro todo para que tudo fique bem.

Depois de perder a irmã gêmea para a leucemia, Ashlyn Jennings vê sua vida mudar completamente. Além de ter de aprender a conviver sem parte de si mesma, ela precisa se adaptar a uma nova rotina. Enviada pela mãe para a casa do pai, com quem mal conviveu até então, ela viaja de trem para Edgewood, Wisconsin, carregando poucos pertences, muitas lembranças e uma caixa misteriosa deixada pela irmã.
Na estação de trem Ashlyn conhece o músico Daniel, um rapaz lindo e gentil, e a atração é imediata. Os dois compartilham não só o amor pela música e por William Shakespeare mas também a dor provocada por perdas irreparáveis. Ao sentir-se esperançosa quanto a sua nova vida, Ashlyn começa o ano letivo na escola onde o pai é diretor. E não consegue acreditar quando descobre, no primeiro dia de aula, que Daniel, o belo músico de olhos azuis com quem já está completamente envolvida, é o Sr. Daniels, seu professor de inglês.
Desorientados, eles precisam manter seu amor em segredo, e são forçados a se ver como dois desconhecidos na escola. E, como se isso já não fosse difícil o bastante, eles ainda precisam tentar de todas as formas superar os antigos problemas e sobreviver a novos e inesperados conflitos.

"Amor? Eu estava começando a me perguntar o significado dessa palavra. Parecia que as pessoas a atiravam para todo lado hoje em dia. Inclusive eu."
pág. 192

Sr. Daniels é mais um romance fofo que entra na lista de favoritos da vida. É uma história que fala sobre perda, dor, luto, amizade, amor, mas, que acima de tudo, fala sobre superação. Sobre seguir em frente. Sobre chorar, mas sorrir, porque afinal de contas, estamos vivos, e há imensas possibilidades de levar adiante nossas vidas. Eu fiquei totalmente encantada com a delicadeza que a autora conduz a narrativa. São jovens que passaram por tantas coisas, mas acabam vendo refletido um no outro, a própria dor. Jovens em que a dor é a peça em comum. Mas são jovens que descobrirão que juntos podem seguir em frente.

"Cinco palavras. Cinco palavras de um desconhecido e um simples toque me trouxeram uma sensação de vida que eu nunca havia experimentado antes. A naturalidade com que ele se aproximou foi muito bem-vinda naquela noite."
pág. 64

Ashlyn perdeu uma parte de si. Afinal, gêmeos tem disso. Saindo de sua cidade e indo morar com o pai que nunca foi presente, apenas com uma mala e uma caixa deixada por sua irmã, ela ela conhece um cara de olhos azuis lindos na estação de trem. Daniel. A ligação entre eles é instantânea. Eles se conhecem mais depois, trocam confidências e entendem da dor que compartilham. O que não imaginavam, é que ao voltar às aulas, ele seria o professor de inglês dela. A bagunça emocional que isso causa é palpável em Ashlyn. Ela já não está bem e quando algo bom começa a ganhar forma em sua vida, tudo acaba dando errado. Manter uma relação em segredo entre professor/aluna não é fácil, fora todas novas complicações que surgem no caminho.

"[...] – Ele estreitou o olhos para mim. Aqueles lindos olhos azuis. Não. Espere. Não olhe em seus olhos. Eu ainda o odiava."
pág. 230


"– Coisas terríveis aconteceram na minha vida. E eu venho percebendo que se não dizemos o que precisamos dizer quando temos chance, acabamos nos arrependendo depois. Mesmo se tiver zangada, diga. Grite para o mundo, enquanto ainda tem uma chance. Porque uma vez que a vida passa, essa oportunidade não volta. E as palavras não ditas também se perdem para sempre."
pág. 274

O livro estava seguindo seu rumo até eu me deparar com essa questão de mortes/dor/perda/aluna/professor/paixão proibida. Isso me lembrou muuuito o livro Métrica e fiquei me perguntando se levaria o mesmo rumo até o fim. Em Métrica, temos poesia. O que não falta neste livro, já que ambos personagens amam Shakespeare e o recitam em vários momentos, além do mais, Daniel é músico e as letras são totalmente baseadas em 'Shakes' como eles chamam, intimamente. (Gente, é pra se apaixonar, sim senhor!) Mas o livro acaba ganhando seu curso próprio e passou longe de comparações. São muitos mais detalhes e personagens envolvidos, mais dramas e conflitos emocionais, mais questões abordadas que são de fundamental importância. Personagens como Henry, o pai que sempre foi ausente mas quer consertar o passado, como Jace, o irmão de Daniel, e Rayn e Hailey, e também Jake. (Cara, eu poderia amar Jake sempre). São pessoas dentro dessa trama que vão te conquistar muito. Você vai querer entendê-los e amá-los, ou odiá-los.
Achei perfeito como a autora levou ao fim do livro. Chorei. Foi com maestria que ela fez com que seus personagens crescessem e amadurecessem. O romance é lindo em todas as suas formas. Mesmo com uma dor pulsante entre os personagens desde o início, ela não os poupava por muito tempo. Sempre havia uma nova batalha a ser travada, uma dor a ser sentida. Brittainy foi dura com alguns de seus personagens, mas isso nos mostrou o quanto nossa vida pode ser frágil. O quanto nos deixamos abalar, o quanto sacrificamos quem somos por aqueles que amamos. O quanto é difícil suportar algumas dores sozinho. Mas o amor... Ah, esse tal de amor... O amor vale a pena. Ele liberta, ele une, ele sustenta. O amor te faz vivo. Então viva.

Obrigada, Editora Record, pelo prazer de ler essa preciosidade. Aguardo ansiosa mais da Brittainy!

Você Deve Gostar Disto:

0 comentários

Translate

Garotos são bem-vindos!

Google+ Badge