Garotas e livros

Nunca jamais - Colleen Hoover e Tarryn Fisher

Por 13:02 4 comentários



"Essa pessoa no reflexo é tão familiar para mim quanto todos os aspectos da minha vida nesse momento.
Ou seja, nada familiar."

Esse livro chegou aqui sem eu menos desconfiar. O Grupo Editorial Record me mandou Nunca jamais e não poderiam ter acertado mais na escolha de enviar um livro da Colleen para mim, autora que eu tanto amo e a Tarryn, a quem eu acabo de conhecer. Foi uma leitura incrível. O livro é fininho, então li no mesmo dia que chegou aqui em casa. A narrativa te envolve e te prende e você só para quando chega ao fim, querendo desesperadamente a continuação!


Charlie Wynwood e Silas Nash são melhores amigos desde pequenos. Mas, agora, são completos estranhos. O primeiro beijo, a primeira briga, o momento em que se apaixonaram... Toda recordação desapareceu. E nenhum dos dois tem ideia do que aconteceu e em quem podem confiar.
Charlie e Silas precisam trabalhar juntos para descobrir a verdade sobre o que aconteceu com eles e o porquê. Mas, quanto mais eles aprendem sobre quem eram, mais questionam o motivo pelo qual se juntaram no passado.

Título original: Never, never
Autor: Collen Hoover e Tarryn Fisher
Editora: Galera
Ano: 2016
Páginas: 192


"Mas como é que um cara conta para a namorada que não faz ideia de quem ela é? De quem ele mesmo é?



Eu não sabia o que esperar da história. Sabia da existência do livro mas não tinha lido nada a seu respeito. Nenhuma resenha. Nem comentário. Nada de sinopse. Então imagine 'acordar' na sala de aula sem lembrar exatamente de nada? Nem mesmo de quem é você, seu nome, que local é esse onde você está ou o que está fazendo ali em pé, com todos olhando para você e alguém mandando você se sentar? Confuso, no mínimo. Seria perturbador passar por isso. A sensação de pânico que toma conta de Charlie me fez correr para a contra capa do livro atrás de uma luz, mas nada é muito explicado. Charlie, que descobrimos ser a jovem em questão, está na escola, rodeada de amigos, professores e do namorado, do qual ela não faz ideia de quem é. Tal como uma estranha em um país onde você não sabe o idioma, ela se retraí, mas tem medo de dizer o que exatamente está passando para que não pensem que ela é louca. A coisa só fica mais interessante quando descobrimos que Silas, seu namorado, está passando pelo mesmo mal. Essa amnésia, ou seja lá o que for, atingiu somente os dois. O estranho, porém, é que todo tipo de trivialidade eles lembram, mas quando o tocante são suas vidas, amigos, família, seu passado e histórias, isso desapareceu.

"[...] Que estranho ser feita de carne, se equilibrar em ossos e ter uma alma que nunca conheci."

A proposta do livro foi bem diferente. Não lembro de ter lido alguma coisa parecida antes. Duas pessoas perdidas em um local em que todos o conhecem. Como não saber o caminho de casa ou quem são seus pais? O modo como os dois personagens vão trilhando seus passos e buscando respostas sem alardear ninguém, deixa tudo mais interessante. Até parece que sãos duas outras pessoas dentro de corpos que não são seus. As autoras souberam equilibrar o suspense durante todo o livro e você simplesmente não consegue parar de ler, quer saber o que foi que houve para fazer com que as memórias pessoais dos dois sumissem. Charlie e Silas vão aos poucos refazendo seus passos para entenderem onde possa ter acontecido algo. Só que o que descobrem é ainda mais assustador. Eis que o bendito livro chega ao fim.

"[...] As pessoas não deviam se deleitar com a destruição que a Mãe Natureza é capaz de causar, mas é algo que atraí nosso interesse mesmo assim. Charlie é a devastação que fica depois que o tornado passa."

É daqueles livros em que você quer matar o autor, no caso autoras, por nos deixar tensas sem saber o que vai acontecer. Uma leitura bem dinâmica, com um bom romance em torno de tudo, claro. Como lidar com corpos que se conhecem, se tocaram, se amaram, e duas almas totalmente desconhecidas uma da outra? Até onde a química entre eles é capaz de chegar? Ou os dias que eles passam se conhecendo, tendo apenas um ao outro como alicerce e apoio, são capazes de fincar uma base de confiança? O contraste entre os dois personagens e atual a situação em que eles se encontravam antes desse "apagão" é interessante. Charlie é durona, centrada, odeia esse lance de mulher indefesa. Silas é carinhoso, atento, amável. E é divertido demais vê-los juntos. Com as perguntas certas e vasculhando cada canto possível, eles descobrem que foram amigos desde sempre, namorados desde anos, mas estão com as vidas totalmente em desacordo com o que aparentam e se perguntam qual o motivo deles estarem juntos. 

"[...] Não existe nenhum protocolo a ser seguido quando alguém quer consolar a namorada de quatro anos que conheceu pela manhã."

Com o que vemos no fim do livro, há muito mais por vir e muita coisa a ser respondida. Tem várias pontas soltas, diversos conflitos pessoais, muitos segredos a serem descobertos e pouco tempo para entender como tudo isso começou. Estou simplesmente surtando pela continuação. Uma história cheia de suspense e uma pitada de algo mais que ainda não descobri o que é. hahahaha Recomendo!


Você Deve Gostar Disto:

4 comentários

  1. Nunca iria imaginar que esse livro era sobre isso... Achei a história bem interessante e já quero muito ler, porém, como ele tem uma continuação, esperarei sair o próximo livro pra ler... hahaha Não vou aguentar a ansiedade pra saber o final.
    Beijokas
    Thaisa Lima
    Minha Contracapa

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Recomendo esperar a continuação sim, Thaisa! kkkkkkkk
      Beijão, flor!

      Excluir
  2. Oi dani!

    Nossa todo mundo ama a Colleen! Eu preciso logo ler esse livro pra conhecer a escrita da autora, que realmente parece ser sensacional!


    Bjs, Mi

    O que tem na nossa estante

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oiee Michele!!!
      A Colleen tem uma escrita encantadora! Adoro todos os livros dela! Dá uma conferida assim que der! (:
      Beeijos

      Excluir

Translate

Garotos são bem-vindos!

Google+ Badge