Garotas e livros

Não fale com estranhos - Harlan Coben

Por 17:39 0 comentários

"Às vezes ficamos putos quando alguém nos fecha no trânsito ou demora demais para fazer o pedido na Starbucks ou reage de um modo inesperado, e nem pensamos na possibilidade de que essas pessoas, por trás de suas respectivas fachadas, estejam chafurdando num grande mar de merda."

Como falar de um livro que tu amou mas sabe que não vai expressar bem o suficiente o quão incrível ele é? Pois é. Eu, assim como muitos, tenho a dificuldade de escrever de algo que gosto bastante. Se fosse gravar um vídeo sobre o livro, daria no mesmo, eu ia ficar repetindo que o livro é maravilhoso e que vocês lessem. Então bora tentar organizar as ideias escritas. Primeiramente, amo quando Harlan me surpreende. Sim, ele tende a fazer isso, porém nos seus últimos livros (e isso inclui O medo mais profundo, que foi lançado depois desse, mas acabei lendo antes), as coisas ficaram um tanto previsíveis, cansativas, no último acima citado, até. Mas Não fale com estranhos foi uma obra perfeitamente escrita, com uma trama que te prende do começo ao fim. E aahh, o fim! Ele é espetacular!

O estranho aparece do nada e, com poucas palavras, destrói o mundo de Adam Price. Sua identidade é desconhecida. Suas motivações são obscuras. Mas suas revelações são dolorosamente incontestáveis.

Adam levava uma vida dos sonhos ao lado da esposa, Corinne, e dos dois filhos. Quando o estranho o aborda para contar um segredo estarrecedor sobre sua esposa, ele percebe a fragilidade do sonho que construiu: teria sido tudo uma grande mentira?
Assombrado pela dúvida, Adam decide confrontar Corinne, e a imagem de perfeição que criou em torno dela começa a ruir. Ao investigar a história por conta própria, acaba se envolvendo num universo sombrio repleto de mentiras, chantagens e assassinatos.
Intrigante e perturbador, Não Fale Com Estranhos é mais que um suspense de tirar o fôlego. É uma reflexão sobre o bem e o mal, o amor e o ódio, o certo e o errado, os segredos, as mentiras e suas consequências devastadoras.

Título original: The stranger
Autor: Harlan Coben
Editora: Arqueiro
Ano: 2016
Páginas: 302

Primeiro frase do livro:
"O mundo de Adam Price não foi destruído imediatamente pelo que o estranho revelou"

Um segredo pode mudar completamente a vida de uma pessoa. Não é? Imagina você saber por um estranho, alguém que nunca viu, que um momento que marcou sua vida de tantas maneiras, foi apenas uma farsa? Isso pode mudar o rumo das coisas, pode detonar um relacionamento, pode matar, até. Não é pra menos que, quando o estranho aborda Adam e revela - com provas -  que o aborto da sua mulher foi uma mentira, Adam Price se vê perdido. Afinal, se uma mentira desse nível aconteceu, o que mais Corinne pode ter escondido dele? Toda a relação, toda uma vida que foi construída junta na base da confiança, começa a ruir quando é confrontada e ela simplesmente desaparece, enviando apenas uma mensagem de texto dizendo que precisa de uns dias sozinha. Ela deixa de lado dois filhos e um marido sem respostas e infinitas dúvidas pendentes. Adam até poderia entender que com a descoberta da mentira, ela se afastaria dele, mas nunca dos filhos. O que resta então senão ir em busca da verdade?

"[...] Matar uma pessoa era mais do que um crime. Era uma obscenidade. Era brincar de Deus da maneira menos divina possível."


É aí que a coisa começa a ficar ainda melhor! Vamos lá. Há uma frase dita por muitos que 'a verdade sempre vem à tona'. Eu não duvido disso. E quando fazemos coisas "escondidos" pela internet? Sinto informar, mas não há como se esconder através da massa de informações que utilizamos para fazer as coisas. Não adianta só colocar na guia anônima. Você tem que ser muito bom mesmo para se manter invisível. O tal estranho sabe bem disso, e movido pelo ideal de levar a verdade às pessoas que merecem saber, ele procura o foco das coisas "secretas" que fazemos pela internet e revela aos interessados, ou aos que foram prejudicados com essas mentiras. Até descobrir que isso seria uma boa fonte de renda se associado a chantagens. Se pagasse, seu segredo permaneceria intocado, caso contrário, divulgava-se para quem fosse conveniente.

"[...] Enquanto o dinheiro era importante para bancar os custos operacionais, a revelação da verdade era imprescindível porque nela residia todo o propósito inicial da empreitada. 
Segredos revelados eram segredos destruídos."

Adam, como bom advogado que é, começa a investigar onde Corinne pode ter ido e quem seria a pessoa que lhe revelou o segredo. Alguns casos semelhantes vão sendo apresentados durante a trama, o estranho e as pessoas com ele ele trabalha sempre tem algo pronto a ser revelado para alguém ou para o mundo. Segredos não ficam guardados pra sempre, e é nisso que eles apostam. Até que algo dá muito errado e crimes começam a surgir de maneira perturbadora. Assassinatos vão sendo ligados e os culpados vão ganhando nome e rosto, até que cada um seja testado e o julgamento do que é certo e o que é errado comece a ganhar forma. Em muitos casos, a verdade pode ser mais destrutiva do que imaginamos. 

"Acabou, Adam. [...] Agora nós dois precisamos seguir em frente."


O suspense não para. Até o último capítulo, até as últimas páginas, Harlan nos deixa com a pulga atrás da orelha querendo saber logo de todos os fatos, querendo desvendar o que foi que realmente houve. E quando já criamos teorias para o que está acontecendo, ele vem e mostra que pode surpreender mais uma vez com um final incrível! Ele foi brilhante! O mestre das noites em claro ataca meu coração novamente, me fazendo vibrar do começo ao fim com essa história maravilhosa. É uma obra que devoramos, só largamos quando chegamos na última página. Com o coração a mil, um rosto chocado, talvez, mas um sorriso de que foi uma trama muito bem estruturada. Para quem nunca leu o Coben, leiam! Para quem é fã, leiam muito. Para qualquer pessoa que ame um bom suspense e um thriller de tirar o sono, leiam também.


Você Deve Gostar Disto:

0 comentários

Translate

Garotos são bem-vindos!

Google+ Badge