Garotas e livros

[O que vemos por aí...] XI Bienal Internacional do Livro de Pernambuco

Por 12:16 0 comentários



A bienal acabou mas as dívidas permaneceram. (hehehehe) Quem nunca passou por isso? Eu sempre.
Porém, mais do que as dívidas pelo investimento em livros (sim, é sempre um investimento), o que fica é a saudade de uma feira tão linda como esta, que enaltece e prestigia a leitura. Sempre fui uma amante dos livros e estar mais perto desse mundo e das pessoas que sentem o mesmo amor que eu é gratificante. Revemos amigos, fazemos novos, trocamos ideias, compartilhamos histórias e voltamos para casa cansados, mas felizes.

Essa foi minha quarta bienal como blogueira e a terceira em que organizo um encontro entre blogueiros, e é sempre um prazer falar de livros com todo mundo. A bienal, cada vez mais, abre espaço para o público jovem nerd e geek, como a Távola Nerd que teve este ano, com um painel da Plataforma 9 ¾ e o chapéu seletor, assim como vários debates e e troca de ideia com o público.


Um ponto alto desta bienal foram os preços mais acessíveis dos livros. Claro, haviam os estandes com preços tabelados de livrarias, como a Saraiva, Leitura e o estande da Leya, com raros descontos. Mas também tinham aqueles com saldões, qualquer livro a R$10,00, livros bons e caros em outros locais. Por falar na Leya, ela trouxe o Trono de Ferro, o que foi um fator maravilhoso! Deu pra me sentir a Cersei por uns clics. (😛) Os preços da Leya estavam bem salgados, mas nos últimos dias vieram novos livros no valor promocionais, dando uma movimentada no estande. Este ano o Grupo Editorial Pensamento veio a Recife e trouxe livros a muito bons preços. Livros que no site custa entre R$30 a R$40, aqui estava por R$18. Veio muita autoajuda e pouca ficção, espero que voltem na próxima, vocês foram muito amorzinho! 💙

Outro estande lindo era o do Eu leio Brasil, cheio de livros nacionais incríveis e que, se eu pudesse, levaria um de cada. Mas como a maioria dos livros nacionais, estavam bastante caros. A falta de incentivo na produção e comercialização de literatura nacional sempre prejudica mais nas vendas. Editoras menores, autores independentes e livros saindo na faixa de R$20 a R$30 reais. Ainda deu pra comprar um que eu estava querendo muito e ainda ter o imenso prazer de conhecer autoras e autores queridos e bater um papo com eles. Era o estande mais amorzinho daquela bienal, gente, sério! O estande da Universo dos Livros estava recheado de promoção, muito livro bom a preços maravilhosos e aquele super atendimento e recepção com a fofa da Renata! Muito amor por essa linda! 💜

A redução do espaço físico da bienal foi grande, bem perceptível. Eu esperava que este ano fosse algo maior, mas compactaram a feira. Em compensação, ela estava toda preenchida por estandes, mesmo que fossem de cursos/escolas ou de artesanato. Na edição passada haviam muitos espaços vazios e isso dava uma certa tristeza. Queremos mais opções de livros para vendas, mais editoras por aqui, mais espaço para interação, mas sabemos que para isso é necessário um investimento e apoio à organização da bienal. É a maior feira de Pernambuco, talvez até do nordeste, o que a gente espera é um apoio das autoridades governamentais para que tenha o crescimento que merece.

Senti bastante falta da presença de grandes autores. Sabe aqueles super conhecidos que a galera faz fila? Este ano não vi muito disso, uma pena. O estande da Abril merece ser mencionado. Que galera chata! A toda hora aborda você te dando "brindes" mas na verdade quer apenas te empurrar uma oferta pra assinar o plano deles. Melhorem! :) 

No mais, é isso aí! Depois faço um posto mostrando o que comprei por lá! 

XOXO

Você Deve Gostar Disto:

0 comentários

Translate

Garotos são bem-vindos!

Google+ Badge