Garotas e livros

[+18] Pegando fogo - Abbi Glines

Por 11:23 0 comentários

"O que fazer quando perdemos algo que passou a ser importante para nós?"

Quando a Abbi divulgou que teria um livro para Nan muita gente fez cara feia e pensou se realmente a megera merecia tal coisa. Afinal, estávamos falando da vaca da Nan, a guria mimada e insuportável que todo mundo odiava. Eu também, logicamente. Quando comecei a ler o livro eu não consegui visualizar a Nan das histórias anteriores, na minha visão a personalidade não batia. Mas espera. O livro é dela, narrado por ela, o que eu mais queria a não ser uma visão justificável de quem ela era? Bem, tô levando isso em consideração para a leitura e resenha.

Nan Dillon, a bad girl de Rosemary Beach, é uma garota imatura e egoísta que não tem outra preocupação na vida a não ser manter o corpinho perfeito. Só que Nan está longe de ser feliz: nunca teve o amor dos pais, o irmão adorado não tem mais tempo para ela, e Grant, o único homem de quem gostou de verdade, resolveu trocá-la pela meia-irmã dela.
Então, quando Major Colt a convida para sair, ela não pensa duas vezes. Apesar de saber que esse texano charmoso e de fala mansa não quer nada sério, ficar com ele é melhor do que estar com as colegas fúteis ou passar as noites sozinha vendo televisão.
Mas logo Nan fica farta do comportamento descompromissado de Major e, depois que ele a deixa plantada em casa mais uma vez, decide ir a Las Vegas para um fim de semana sem regras e sem limites. Lá, conhece Gannon, um empresário sedutor e perigoso que sempre diz exatamente o que ela quer ouvir.
Quando Major vai atrás dela implorar por uma segunda chance e Gannon mostra que não é tão perfeito quanto ela pensava, Nan tem que decidir a quem entregar seu coração. O que ela não percebe é que os dois têm uma estratégia de longo prazo para ela - e já estão várias jogadas à sua frente.
Título original: Up in flames
Autor: Abbi Glines
Editora: Arqueiro
Ano: 2017
Páginas: 224


Primeiro trecho do livro:
"Os homens me irritavam muito. Pela minha experiência, eles sempre queriam algo de mim, mas nunca era a mim que queriam de verdade."


Embora o livro seja dela, onde ela poderia soltar todo seu veneno, o que a autora nos apresenta é uma personagem mais madura. Não, ela não deixou de ser uma vaca insuportável pra mim e muito do que ela já fez não se justifica, mas a autora nos apresenta a oportunidade de entendê-la um pouco mais, a maneira como se comporta e a concha de criatura do mal que ela usa diariamente. Mas eu esperava um crescimento um pouco mais lento dela, não a ausência quase total da personalidade tão conhecida dela nos livros anteriores. Era quase uma pessoa diferente ciente de que fez umas besteiras, que a vida era uma bosta e injusta e que nunca iria ser amada de verdade. 

"Meu vestido era simples, e o tecido cor de creme envolvia minha pele como um abraço, me fazendo parecer confiante e segura. Algo que eu definitivamente não era. Minhas roupas, porém, mentiriam por mim. Eu havia aprendido esse truque ainda muito nova."


Junto ao romance tem um quê de suspense no livro. Major Colt tenta conquistar Nan e se aproximar dela até colher informações importantes, falhando miseravelmente por ser um mulherengo nato, incapaz de manter o zíper da calça fechado por muito tempo. Como todo livro da série, tem as partes hots, mas esse foi bem recheado e bem intensa em alguns momentos. Nan se envolve com um cara misterioso e que consegue o que ninguém nunca conseguiu, controlar a fera. Ela aparenta ser muito mais sensível, uma pessoa quebrada pela vida e sem esperanças de encontrar alguém que realmente a entenda até achar alguém tão ferrado quanto ela. Esse livro foi o mais erótico que teve na série e as cenas entre os dois foram muito bem trabalhadas.


"Quando um homem admite pra vc que já foi preso 'várias vezes', a atitude mais inteligente é se afastar o máximo possível dele. No entanto, eu não era muito inteligente."



Mas para uma finalização de uma série eu esperava um pouco mais. Mais citação dos outros personagens, mais desenvolvimento de Nan também. Esperei uma rendição da personagem, achei que a intenção de Abbi era mostrar uma mudança no caráter, ou a falta dele, em Nan e nos levar a gostar dela. Missão impossível, eu sei. E foi bom não ter ocorrido essa 'transformação', talvez isso a torne mais real. Como o livro é narrado em primeira pessoa, a visão que temos dela é muito diferente da que vemos nos outros livros, afinal, ela não iria se massacrar tanto assim. Achei o final digno da personagem, mas ainda fico curiosa com outros acontecimentos do final do livro e suas justificativas.

"[...]Eu havia me mantido forte em todas as situações. Havia sido uma rocha. Mas agora... eu não queria isso. Eu queria algo que nunca tive. Me enrosquei em posição fetal e tentei aliviar o vazio e a tristeza que me dominaram."



Essa foi uma saga que amei demais e vai fazer bastante falta. Já espero uma nova leva de livros da Abbi porque amo sua escrita e já não consigo ficar sem ela. Obrigada à Editora Arqueiro por me proporcionar momentos tão bons com esses livros. Mais uma edição perfeita cheia de quotes incríveis. Pra quem acompanha a série, por favor, não deixem de ler!

"[...] O perigo não era uma emoção que ele precisava para preencher o vazio. Vazio, todos temos. Nascemos com ele. Encontrar algo que o preencha não é fácil. Às vezes essa coisa aparece na nossa frente e deixamos passar, às veze a perdemos, às vezes não sabemos procurá-la. Quando temos sorte, ela não desiste de nós."


    


Série sem limites
    Série Perfeição
    Série Chance 
    Livros únicos
    Série Encontro
    (Linha do tempo da saga Rosemary Beach. A ordem de lançamento dos livros segue o número ao lado de cada título)

    Você Deve Gostar Disto:

    0 comentários

    Translate

    Garotos são bem-vindos!

    Google+ Badge