Garotas e livros

Uma dama fora dos padrões - Julia Quinn

Por 10:30 0 comentários

"- Eu não deveria... 

- Deveria, sim. 
George apertou os dedos contra a pele dela. 
- Não vou conseguir parar...
- Não quero que pare."


Esse livro dá início a nova série de Julia Quinn, que conta a história que antecipa a série dos Bridgertons. É aí que tudo começa, e embora eu não tenha lido os Bridgertons ainda, já imagino o quão boa essa série é, só por conhecer um pouco dos seus antepassados. 

livros juia quinn
Às vezes você encontra o amor nos lugares mais inesperados...
Esta não é uma dessas vezes.
Todos esperam que Billie Bridgerton se case com um dos irmãos Rokesbys. As duas famílias são vizinhas há séculos e, quando criança, a levada Billie adorava brincar com Edward e Andrew. Qualquer um deles seria um marido perfeito... algum dia.
Às vezes você se apaixona exatamente pela pessoa que acha que deveria...
Ou não.
Há apenas um irmão Rokesby que Billie simplesmente não suporta: George. Ele até pode ser o mais velho e herdeiro do condado, mas é arrogante e irritante. Billie tem certeza de que ele também não gosta nem um pouco dela, o que é perfeitamente conveniente.
Mas às vezes o destino tem um senso de humor perverso...
Porque quando Billie e George são obrigados a ficar juntos num lugar inusitado, um novo tipo de faísca começa a surgir. E no momento em que esses adversários da vida inteira finalmente se beijam, descobrem que a pessoa que detestam talvez seja a mesma sem a qual não conseguem viver.

Título original: Because of Miss Bridgerton
Autora: Juia Quinn
Editora: Arqueiro
Ano: 2018
Páginas: 270
Adicione: Skoob


Primeiro trecho do livro: 
Não é que Billie Bridgerton não tivesse bom senso. Pelo contrário, ela estava certa de que era um das pessoas mais sensatas que conhecia. Mas, como qualquer indivíduo ponderado, às vezes decidia ignorar a pequena voz da razão que sussurrava em sua cabeça. 

Os Rokesbys e os Bridgertons são duas famílias tradicionais e vizinhas, sempre bons amigos e já era esperado que houvesse um elo maior entre eles com um possível futuro casamento. Essa união provavelmente viria através de Billie Bidgerton, uma dama totalmente fora dos padrões, que aos 23 anos não tinha pressa alguma em se casar. Adorava ajudar na administração dos negócios do pai, usava calças e sempre foi tão travessa quanto todos os outros filhos dos Rokesbys, seus melhores amigos. Exceto, é claro, por George. Eles nunca se deram bem. George era o primogênito da família, e como mais velho era o herdeiro do condado, desde novo tinha responsabilidades a cumprir e coisas a aprender, nunca foi de participar das brincadeiras dos irmãos e Billie. 


"[...] A família dela, a família dele, todo o maldito vilarejo - todo mundo a adorava. Ela era dona de um sorriso largo e uma risada contagiante, e Deus do céu, como era possível que ele fosse a única pessoa na Inglaterra que parecia perceber o perigo que ela representava para a humanidade?"


Mas o destino adora pregar uma peça, claro, e dá um jeito de deixar os dois próximos numa situação inusitada, mas que faz despertar em ambos ao pensamento de que talvez eles não sejam tão diferentes, nem precisem ser tão críticos um com o outro. Eram adversários por toda a vida, mas quando surge essa centelha, eles descobrem que são melhores quando se encontram um no outro. 


"George percebeu que não devia fazer outra piada, não sabia quais eram as palavras de que ela precisava. Como se conforta um furacão? Como tranquilizar a garota que fazia tudo muito bem e depois fazia tudo ao contrário só por diversão?"

julia quinn


E o livro é uma fofura sem fim. Eu amei acompanhar a história dessa jovem moleca que adoraria ter o direito de herdar o condado, pois cuida muito melhor do que o administrador contratado pelo pai. Mas claro, é o homem que cuidará de tudo, mas seu irmão ainda é pequeno, então, enquanto isso, ela assume essa responsabilidade para si. A relação dela com os irmãos Rokesbys é maravilhosa. Sempre foi muito próxima de Andrew, Edward e Nicholas, irmãos mais novos de George, e sempre aceitou o fato que em um futuro próximo haveria um casamento arranjado entre eles. E para ela tudo estava bem, afinal, se conheciam e se gostavam desde sempre. 


"Billie era, para todos os efeitos, o filho mais velho do seu pai. Outras jovens liam poesia romântica e tragédias de Shakespeare. Billie lia tratados sobre gestão agrícola. E adorava. De verdade. Eram excelentes leituras para ela."


Mas quando ela precisou da ajuda de George, quando eles precisaram ficar um tempo consideravelmente longo sozinhos, algo mudou entre eles. E a coisa só melhora daí em diante. O envolvimento dos dois é lindo e o romance é a coisa mais gostosa. Tem a provocação, o ciúme, as brincadeiras e a mãe de George é maravilhosa. Aliás, todos personagens são. Você termina o livro com a sensação de quero mais, é tipo Bis, impossível comer um só! 

"Billie, então, deu uma risada, alegre e rouca, e mais uma vez parecia tão incandescentemente bonita que George ficou meio tentado a jogar um cobertor sobre ela, só para impedir que qualquer outra pessoa a quisesse."

A escrita da Julia continua nos deixando apaixonada. Os personagens são super cativantes, cheios de respostas afiadas na ponta da língua, o bom humor que está sempre presenta em suas obras continua nessa e o mocinho... Ah! O mocinho! É impossível não se apaixonar por esse casal. A revisão do livro está impecável e essa capa é muito amor! Sou encantada com ela. Um marido de faz de conta, segundo livro da série, ainda não tem data de lançamento, mas torcemos pelo primeiro semestre de 2019. 

    

Você Deve Gostar Disto:

0 comentários

Translate

Garotos são bem-vindos!

Google+ Badge